Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Julia Fioretti
BRUXELAS, 16 Mai (Reuters) – O presidente-executivo do
Facebook , Mark Zuckerberg, vai comparecer perante membros
do Parlamento Europeu para responder perguntas sobre o uso
indevido de dados de usuários por uma consultoria política,
disse o presidente do Parlamento nesta quarta-feira.
A maior rede social do mundo passa por escrutínio em relação
à forma como lida com dados pessoais após revelações de que a
consultoria britânica Cambridge Analytica, que trabalhou para a
campanha de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos em
2016, acessou indevidamente os dados de 87 milhões de usurários.
"O fundador e presidente-executivo do Facebook aceitou nosso
convite e estará em Bruxelas assim que possível, talvez já na
próxima semana", disse Antonio Tajani, presidente do Parlamento
Europeu, em um comunicado. Zuckerberg vai se reunir com líderes
partidários e membros do comitê de liberdades civis.
"Eu saúdo a decisão de Mark Zuckerberg de comparecer perante
representantes de 500 milhões de europeus. É um passo na direção
correta rumo a restaurar a confiança", disse Tajani.
O parlamento britânico também solicitou que Zuckerberg
respondesse perguntas de legisladores, mas quem compareceu à
audiência foi o vice-presidente de Tecnologia da empresa.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 5644-7727))
REUTERS FB RBS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation