Clicky

Chart Trading 728×90

KIEV, 13 Out (Reuters) – O governo da Ucrânia, vítima de um
grande ataque cibernético no início deste ano, recomendou às
empresas nesta sexta-feira que se certifiquem que suas redes
estão protegidas devido a indicações da inteligência de que
outro ataque poderia estar a caminho.
O serviço de segurança estatal da Ucrânia (SBU), e a Equipe
de Resposta de Emergências de Computação (CERT), disseram que o
ataque pode ocorrer entre 13 e 17 de outubro, quando o país
comemora o Dia do Defensor da Ucrânia.
A Ucrânia, que acredita que a Rússia está por trás de
ataques regulares em seus sistemas de computação, está tentando
implementar uma estratégia nacional para manter as instituições
estatais e as principais empresas seguras. Moscou nega que
esteja por trás dos ataques cibernéticos ao vizinho.
As agências de segurança disseram que um novo ataque pode
ser semelhante ao vírus NotPetya, cujo ataque em 27 de junho
derrubou computadores em agências governamentais ucranianas e
empresas antes de se espalhar rapidamente através de redes
corporativas de multinacionais com operações ou fornecedores na
Europa Oriental.
(Por Pavel Polityuk)
((Tradução Redação São Paulo 56447764))
REUTERS NS MCM


Assuntos desta notícia

Join the Conversation