Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Karen Freifeld e Steve Holland
NOVA YORK/WASHINGTON, 2 Mai (Reuters) – O advogado Emmet
Flood, que aconselhou o ex-presidente Bill Clinton em
procedimentos de impeachment, irá auxiliar o presidente Donald
Trump com a investigação do procurador especial Robert Mueller
sobre o papel da Rússia na eleição norte-americana de 2016,
substituindo Ty Cobb, disse nesta quarta-feira a porta-voz da
Casa Branca, Sarah Sanders.
A mudança mais recente de advogado acontece num momento em
que parece estar se aproximando a questão de se Trump irá
concordar com um interrogatório com Mueller.
O advogado John Dowd, que deixou a equipe legal externa de
Trump há mais de um mês, disse na terça-feira que em março
Mueller havia ameaçado intimar Trump a prestar depoimento caso
ele não conversasse com investigadores.
Flood irá “representar o presidente e o governo contra a
caça às bruxas russa”, disse Sanders. “Ty Cobb, um amigo do
presidente, que fez um trabalho incrível, irá se aposentar no
final do mês”.
Cobb e Flood não responderam imediatamente a pedidos de
comentários.
Mueller está investigando envolvimento da Rússia na eleição
norte-americana de 2016, um inquérito que inclui se a campanha
de Trump conspirou com Moscou e possível obstrução de justiça
cometida por Trump, entre outras coisas.
A Rússia tem negado interferência na eleição, apesar de
conclusões de agências da inteligência dos EUA, e Trump tem
negado que houve qualquer conluio entre sua campanha e Moscou.
No ano passado, Flood rejeitou um cargo na equipe da Casa
Branca que no final foi para Cobb, informou a Reuters em julho.
Ele se encontrou com Trump em março sobre auxiliar o governo com
a investigação sobre a Rússia, embora a posição estivesse
incerta, disse uma pessoa com conhecimento do assunto à Reuters
na época.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS TR


Assuntos desta notícia