Clicky

Secretário Tillerson sai do governo Trump e 44% dos brasileiros estão pessimistas com a eleição

MetaTrader 728×90

Hoje os mercados de risco voltaram a pesar em todo o mundo. Bolsas da Ásia terminaram na madrugada com comportamento misto, bolsas da Europa e EUA ameaçando novas altas ainda no início da manhã. A Bovespa começando o dia com boa alta. De repente tudo mudou.

Logo cedo, os mercados até reagiram bem à divulgação de dados de inflação nos EUA. A inflação medida pelo CPI de fevereiro mostrou alta de 0,2% e taxa anual de 2,2%. O núcleo veio com 0,2% e taxa anual de 1,8%, menor que o esperado. Isso permitiu leitura que o FED poderia ser mais condescendente em elevar juros. Porém, quase em seguida, foi anunciada a saída do secretário Tillerson do governo Trump e seu secretário particular, por motivos ignorados. Tillerson será substituído por Mike Pompeo, que estava na CIA. Os mercados reagiram mal a essas novas saídas de membros do governo americano.

MetaTrader 300×250

O Reino Unido elevou sua previsão de crescimento do PIB para 1,5% (anterior em 1,4%) e 2019 com alta para 1,3%, mas a Rússia diz querer participar das investigações de envenenamento do agente duplo. Jean Claude Juncker da União Europeia disse que é preciso respeitar regras de comércio e que o bloco pode adotar retaliações se confirmada a tarifação americana.

Na sequência dos mercados, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 1,34% e barril cotado em US$ 60,54 com preocupação de aumento de produção do Irã e agora dos EUA. O euro era transacionado em alta para 1,239 e notes americanos com juros em 2,85%.

No Brasil, o IBGE anunciou vendas no varejo no mês de janeiro com expansão de 0,9% e em 12 meses com alta de 2,5%. O varejo ampliado encolheu em janeiro 0,1% e em 12 meses mostra alta de 4,6%. O consenso geral é que as vendas no varejo mostram recuperação lenta, porém consistente. A CNI/Ibope divulgaram pesquisa onde consta que 44% dos brasileiros estão pessimistas com a eleição e 92% dos pesquisados querem que o novo governo controle gastos.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, quer votar ainda hoje urgência da reoneração da folha de pagamento, mas as ações de Eletrobras voltaram a cair por conta de atitude dúbia do governo na privatização da companhia. Companhia que é tópico principal daqueles 15 itens divulgados pelo governo. A ministra Carmem Lúcia do STF fechou audiência com o advogado de Lula, Sepúlveda Pertence. Mas mandou recado que não se submeterá a pressões. O STF recebeu denúncia contra Romero Jucá que agora virou réu por pedir dinheiro a empreiteira para seu filho, em troca de favores.

Na sequência dos mercados, os DIs terminaram o dia com juros em alta e o dólar fechou em praticamente estável e cotado a R$ 3,26. Na B3, na sessão de 09 de março, os investidores estrangeiros retiraram recursos no montante de R$ 6,4 milhões, com saldo negativo no mês de março de R$ 2,44 bilhões e ingresso líquido no ano de R$ 2,86 bilhões.

No mercado acionário, dia de queda da bolsa de Londres de 1,05%, Paris com -0,64% e Frankfurt com -1,59%. Madri e Milão com perdas de respectivamente -0,47% e -0,32%. No mercado americano, o Dow Jones reverteu tendência de alta. Faltando meia hora para encerramento, mostrava -0,74% e Nasdaq com -1,17%. Na B3, dia de reversão com queda de 0,69% e índice em 86.300 pontos. Faltando ainda meia hora para o fechamento. Bancos forçaram na queda por rebaixamento da Fitch.

Na agenda de amanhã, já teremos bateria de dados da China referente a fevereiro, com produção industrial, vendas no varejo, investimentos em ativos fixos, etc. No Brasil, o Bacen anuncia o fluxo cambial na semana anterior. Nos EUA, teremos as vendas no varejo de fevereiro, a inflação pelo PPI (Atacado) de fevereiro e estoques nas empresas. Na Alemanha, a inflação pelo CPI de fevereiro e na zona do euro, a produção industrial e desemprego de janeiro.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia