Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

PARIS (Reuters) – Rafael Nadal esteve em sua melhor forma neste domingo ao atropelar o austríaco Dominic Thiem e conseguir ampliar seu recorde de 11 títulos de Aberto da França com a vitória por 6-4 6-3 e 6-2.

O espanhol número um do mundo, que agora tem 86 vitórias e apenas 2 derrotas em Roland Garros, conquistou seu 17º título de Grand Slam ao atropelar o sétimo cabeça-de-chave, que esperava se tornar o segundo austríaco a vencer Roland Garros.

MetaTrader 300×250

Em suas onze finais em Paris, Nadal perdeu apenas seis sets e agora igualou o recorde histórico de maior número de títulos de um mesmo Grand Slam, que ele divide com Margaret Court, vencedora de 11 edições do Aberto da Austrália entre os anos 1960 e 1970.

O resultado deste domingo também marca o sexto Grand Slam consecutivo conquistado ou por Nadal ou pelo 20 vezes campeão de Grand Slams Roger Federer.

O espanhol havia vencido suas 10 finais anteriores de Roland Garros e embora Thiem tenha sido o único tenista a batê-lo no saibro nas últimas duas temporadas, o austríaco nunca chegou a ameaçar o rei do saibro neste domingo.

Nadal pediu massagens nos braços duas vezes no terceiro set, mas nem mesmo esse problema pareceu aumentar as chances de Thiem, que tentava repetir o feito do compatriota Thomas Muster, campeão da edição de 1995.

O espanhol teve um início avassalador, ganhando os primeiros seis pontos da partida e quebrando o saque de Thiem no segundo game para abrir 2-0. Thiem devolveu a quebra e se salvou de um break point para empatar em 2-2.

Nadal, no entanto, embalou a partir do décimo game enquanto Thiem parecia ficar mais nervoso. O austríaco pareceu ter sentido a perda do primeiro set, e a estatística jogava contra ele: em 112 partidas melhores de cinco sets, Nadal nunca perdeu após vencer o primeiro set.

Na segunda parcial, o espanhol deixou o rival frustrado com longas trocas de bola e, embora tenha sido ameaçado no sétimo game, conseguiu abrir 2 sets a 0 no jogo exibindo todo seu arsenal de jogadas, com direito a drop shot e passada.

No terceiro set, Thiem novamente se viu pressionado, tendo que salvar quatro break points logo no primeiro game. Ele perdeu o saque no terceiro game e Nadal abriu 3-1, antes de pedir tempo para massagear o braço pela primeira vez. O espanhol manteve o ímpeto, abriu 5-2 e pediu nova interrupção médica. Mas o problema não o impediu de fechar o jogo em 3 sets a zero.

(Reportagem de Julien Pretot)
OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20180610T180255+0000


Assuntos desta notícia

Join the Conversation