Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

BRASÍLIA, 6 Dez (Reuters) – A Executiva Nacional do PSDB
informou que o encontro da legenda desta quarta-feira não vai
discutir um eventual fechamento de questão do partido em favor
da nova versão da reforma da Previdência.
Segundo comunicado do partido, o presidente interino do
PSDB, Alberto Goldman, disse que esse debate ocorrerá quando
houver uma data marcada para a votação da reforma, bem como o
texto final que será analisado pelos parlamentares.
Quando ocorre o fechamento de questão sobre uma determinada
votação, o deputado ou senador que não seguir a orientação do
partido poderá ser punido até mesmo com a expulsão da legenda.
Na véspera, o governador de São Paulo e futuro presidente do
PSDB, Geraldo Alckmin, sinalizou que não é a favor de fechar
questão e defendeu que os deputados tucanos sejam convencidos a
votar a favor da reforma.
Sem votos para aprovar a reforma, o governo tenta garantir
que os partidos da base fechem questão para tentar votar o texto
a partir da próxima terça-feira. Por ora, entretanto, somente o
PMDB, partido do presidente Michel Temer, deve fechar questão
nesta quarta em favor da reforma.

(Reportagem de Ricardo Brito; Edição de Maria Pia Palermo)
(([email protected]; +55 21 5644-7505;
Reuters Messaging:
[email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation