Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

NOVA YORK, 11 Jan (Reuters) – Um dos membros mais influentes
do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, apresentou
nesta quinta-feira uma crítica ponto-a-ponto dos amplos cortes
de impostos do presidente dos EUA Donald Trump, alertando que
eles colocam o país em um caminho fiscal insustentável que põe
em perigo a estabilidade da economia.
O presidente do Fed de Nova York, William Dudley, principal
arquiteto da resposta do banco central dos EUA à crise
financeira nos últimos dez anos, disse que os cortes tributários
proporcionam um impulso de curto prazo, mas deixam a economia
mais vulnerável nos próximos anos.
Os comentários de Dudley – em que ele manteve um argumento
forte para que o Fed continue aumentando gradualmente as taxas
de juros – sugerem que, embora o banco central tenha poucas
razões para conter o estímulo fiscal, seus membros não hesitarão
em criticar seu cronograma e pressupostos.
"A economia tem um impulso considerável, a política
monetária ainda é acomodativa, as condições financeiras são
fáceis e a política fiscal está preparada para dar um impulso.
Mas, há algumas nuvens significativas no longo prazo", disse
Dudley durante um fórum de Wall Street.
Os cortes de impostos, disse ele, "virão a um custo. Afinal,
não existe almoço grátis".
O mandato de Dudley termina em janeiro de 2019, mas ele
pretende se aposentar em 2018, informou o Fed de Nova York, em
novembro do ano passado.

(Por Jonathan Spicer)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447745))
REUTERS TH ID

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia