Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

HANÓI, 8 Jan (Reuters) – O Vietnã anunciou nesta
segunda-feira a criação de um comando de operações Mo espaço
cibernético para proteger sua soberania na internet, com o
primeiro-ministro citando riscos relacionados ao disputado Mar
do Sul da China e complexas situações regionais e globais.
A nova unidade "pesquisará e preverá guerras online", disse
o ministro da Defesa no relatório no site do governo, que também
traz comentários do primeiro-ministro Nguyen Xuan Phuc.
O Vietnã está em uma longa disputa territorial com a China
no Mar do Sul da China. Apesar de Phuc ter destacado o Mar do
Sul da China, ele não mencionou a China.
"Para proteger o país na nova situação, o Partido Comunista
estabeleceu uma alta prioridade na proteção do Estado no
ciberespaço", disse Phuc, na cerimônia de fundação da nova
unidade.
Em dezembro, o Vietnã revelou que tinha uma unidade de
guerra cibernética com 10 mil funcionários, denominada Força 47,
para combater visões "erradas" na Internet, informou a mídia
local.
O governo também pediu uma vigilância mais atenta sobre as
redes sociais e solicitou a remoção de conteúdo que considerado
ofensivo, mas não houve indício de que está silenciado as
críticas feitas em plataformas globais.
Em agosto, o presidente do Vietnã disse que o país precisava
prestar maior atenção ao controle de "sites de notícias e blogs
com conteúdo ruim e perigoso", em meio à repressão de críticas
ao Estado de partido único.
(Por Mi Nguyen)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447745))
REUTERS TH RBS


Assuntos desta notícia