Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

BRUXELAS (Reuters) – A União Europeia anunciou nesta segunda-feira novas sanções contra sete autoridades seniores da Venezuela, dizendo ser um expressão da preocupação do bloco com a crise política sob o presidente, Nicolás Maduro.

A Reuters relatou na semana passada que a UE tomaria a ação, que introduz uma proibição de viagens e um congelamento de bens sobre pessoas no comando das forças da segurança acusadas de amplos abusos, especialmente durante os protestos anti-governo de 2017.

MetaTrader 300×250

Embora a UE já tenha um embargo de armas em vigor sobre a Venezuela, o bloco não considerou impor um embargo de petróleo ou colocar Maduro na lista negra.

Petróleo e derivados representam três quartos das exportações da Venezuela para a UE. O país possui as maiores reservas provadas de petróleo do mundo, mas sofre inflação e escassez de alimentos.

Para uma lista em inglês das autoridades sancionadas nesta segunda-feira, por favor visite: http://eur-lex.europa.eu/legal-content/EN/TXT/PDF/?uri=OJ%3aL%3a2018%3a016I%3aFULL&from=EN.pdf%23page

(Por Gabriela Baczynska)
OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20180122T134958+0000


Assuntos desta notícia