Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Mert Ozkan
HASSA, Turquia, 22 Jan (Reuters) – A Turquia bombardeou
alvos no norte da Síria nesta segunda-feira e disse que sua
operação contra combatentes curdos da milícia YPG que controlam
a região de Afrin, que já dura três dias, será concluída
rapidamente.
Forças turcas e seus aliados rebeldes sírios começaram seus
esforços para retirar combatentes da YPG da região no sábado,
abrindo uma nova frente na guerra civil da Síria, apesar de
pedidos de restrição por parte dos Estados Unidos, que
forneceram armas à milícia YPG.
Ancara considera a YPG uma organização terrorista com laços
com militantes separatistas curdos na Turquia, e tem estado
irritada com o apoio norte-americano aos combatentes.
Washington, que está apoiando a milícia na batalha contra o
Estado Islâmico na Síria, disse no domingo estar preocupado com
a situação.
Entretanto, Mehmet Simsek, vice-primeiro-ministro turco que
supervisiona questões econômicas no governo, minimizou o
potencial de uma campanha militar nociva e extensa.
"Nossos investidores devem ficar tranquilos, o impacto será
limitado, a operação será breve e irá reduzir o risco de
terrorismo para a Turquia no período adiante", disse Simsek
durante cerimônia em Ancara.
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 22237141))
REUTERS MCP PF


Assuntos desta notícia