Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Jack Stubbs e Laila Bassam
MOSCOU/DAMASCO, 15 Abr (Reuters) – O presidente da Rússia,
Vladimir Putin, alertou neste domingo que mais ataques
ocidentais contra a Síria trariam o caos aos assuntos mundiais,
enquanto surgiram sinais de que Moscou e Washington querem
recuar da pior crise em suas relações em anos.
Putin fez as declarações em uma conversa por telefone com
seu colega iraniano, Hassan Rouhani, depois que os Estados
Unidos, a França e o Reino Unido lançaram mísseis contra a Síria
no sábado, por suspeita de um ataque com gás venenoso.
Um comunicado do Kremlin disse que Putin e Rouhani
concordaram que as ações ocidentais prejudicaram as chances de
se chegar a uma solução política para o conflito de sete anos
que já matou pelo menos meio milhão de pessoas.
"Vladimir Putin, em particular, enfatizou que, se tais ações
cometidas em violação à Carta da ONU continuarem, isso
inevitavelmente levará ao caos nas relações internacionais",
disse o.
Os mísseis atingiram o coração do programa de armas químicas
da Síria, disse Washington, em retaliação a um suspeito ataque
com gás venenoso há uma semana. Os três países insistiram que o
ataques não visavam derrubar o presidente Bashar al-Assad ou
intervir no conflito.
Os atentados, saudados pelo presidente dos EUA, Donald Trump
como um sucesso, mas denunciados por Damasco e seus aliados como
um ato de agressão, marcaram a maior intervenção dos países
ocidentais contra Assad e a Rússia, cujo ministro das Relações
Exteriores, Sergei Lavrov, os considerou "inaceitáveis ??e sem
lei".
Os comentários de Putin foram publicados logo após o
vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov,
ter feito uma nota mais conciliatória dizendo que Moscou faria
todos os esforços para melhorar as relações políticas com o
Ocidente.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG


Assuntos desta notícia

Join the Conversation