Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Denis Pinchuk
MOSCOU, 21 Nov (Reuters) – O presidente da Rússia, Vladimir
Putin, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump,
conversaram nesta terça-feira sobre a guerra civil na Síria, com
Putin destacando a importância de encontrar uma solução política
para o conflito após encontro com o presidente da Síria.
Trump e Putin conversaram por telefone por cerca de uma
hora, cobrindo tópicos incluindo Síria, Ucrânia, Irã, Coreia do
Norte e Afeganistão, disse mais cedo uma autoridade da Casa
Branca.
A conversa acontece após Putin receber o presidente sírio,
Bashar al-Assad, por três horas para conversas na segunda-feira,
em preparação para um impulso de Moscou para acabar com o
conflito na Síria, agora que o Estado Islâmico foi afastado de
seu autoproclamado califado no Iraque e Síria.
Putin também falou por telefone sobre o encontro com Assad
com vários líderes do Oriente Médio, como o rei saudita Salman,
o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o
presidente egípcio, Abdel Fatah al-Sisi.
Na quarta-feira, o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, e
o presidente do Irã, Hassan Rouhani – cujos países apoiam lados
opostos no conflito sírio – irão viajar à Rússia para um
encontro com Putin com objetivo de avançar o processo de paz na
Síria.
De acordo com o Kremlin, Putin disse para Trump que o "líder
sírio confirmou aderência ao processo político, para realizar
uma reforma constitucional e eleições presidenciais e
parlamentares".
"A mensagem foi enviada da necessidade de manter a
soberania, independência e integridade territorial da Síria e
para alcançar um acordo político com base nos princípios que
serão estabelecidos em um processo de negociação de larga escala
na Síria", informou o Kremlin.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759))
REUTERS ES


Assuntos desta notícia