Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

JOHANESBURGO (Reuters) – O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, renunciou nesta quarta-feira, atendendo a exigências do partido Congresso Nacional Africano (CNA) para encerrar nove anos de um governo marcado por escândalos.

Em um discurso de despedida à nação que durou 30 minutos, Zuma, de 75 anos, afirmou que não concordou com a forma como o CNA o forçou a renunciar depois da eleição de Cyril Ramaphosa como presidente do partido em dezembro.

MetaTrader 300×250

(Por James Macharia)
2018-02-14T211242Z_1_LYNXNPEE1D1Z6_RTROPTP_1_SAFRICA-POLITICS-ZUMA.JPG urn:newsml:onlinereport.com:20180214:nRTROPT20180214211242LYNXNPEE1D1Z6 Presidente sul-africano, Jacob Zuma, durante entrevista OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20180214T211242+0000 20180214T211242+0000


Assuntos desta notícia

Join the Conversation