Clicky

mm TD 728

No processo de 304 páginas, o Juiz Federal, Sérgio Moro, condenou o ex-ministro da Fazenda e Casa Civil dos governos, Lula e Dilma Rousseff, Antonio Palocci, a 12 anos e dois meses de prisão, em primeira instância, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Esta é a primeira condenação do ex-ministro no âmbito da Operação Lava Jato, cuja sentença inclui também o casal de marqueteiro, Mônica Moura e João Santana, além de Marcelo Odebrecht.

Palocci está preso desde setembro do ano passado e foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) em outubro (2016) acusado de participação no esquema de corrupção envolvendo a empreiteira Odebrecht no contrato de 21 sondas para a Petrobras.

Vale lembrar que no último depoimento, Palocci deu sinais de que se preparava para delação premiada com a força-tarefa.

Neste processo, dois réus, o ex-assessor de Palocci, Branislav Kontic, e o ex-executivo da Odebrecht, Rogério Araújo, foram absolvidos. No total, são 15 réus citados na sentença desta segunda-feira.


Assuntos desta notícia