Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse hoje à comissão especial da Câmara que analisa a reforma da Previdência que, mesmo se as mudanças propostas forem aprovadas, o setor vai precisar de uma nova fonte de financiamento a partir de 2026.

O ministro participou nesta quarta-feira da primeira audiência pública da comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, da reforma da Previdência. Por cerca de meia hora, Padilha fez uma apresentação da proposta aos deputados e mostrou dados sobre o déficit da previdência, ajuste fiscal e a necessidade da reforma no setor.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Após a apresentação do ministro da Casa Civil, o secretário nacional da Previdência, Marcelo Caetano, fez um pronunciamento e passou a responder perguntas dos deputados que integram a comissão.

Com Ag. Brasil


Assuntos desta notícia