Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

CARACAS (Reuters) – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse na quarta-feira que ordenou a reabertura do consulado do país em Miami para que eleitores venezuelanos na cidade norte-americana possam se registrar antes da polêmica eleição presidencial prevista para 22 de abril.

O ex-presidente Hugo Chávez, antecessor de Maduro que morreu em 2013, fechou o consulado em Miami em 2012 dias depois que a responsável pela delegação diplomática venezuelana na cidade foi expulsa dos Estados Unidos após ser acusada de conspiração.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

"Eu dei a instrução ao chanceler para que proceda de imediato a abrir o consulado de Miami para que todos os venezuelanos se inscrevam no registro eleitoral permanente", disse Maduro, durante cerimônia no Supremo Tribunal de Justiça.

A decisão de Chávez há seis anos deixou milhares de venezuelanos que viviam no Estado norte-americano da Flórida sem representação consular, e fez com que muitos precisassem viajar a outros Estados para votar na eleição presidencial de outubro de 2012, na qual Chávez disputou e ganhou.

(Reportagem de Deisy Buitrago)
OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20180215T094241+0000


Assuntos desta notícia