Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

ROMA, 16 Mai (Reuters) – Os partidos italianos Liga e
Movimento 5 Estrelas nunca colocaram no esboço de seu programa
de governo um projeto de pedir ao Banco Central Europeu (BCE)
que perdoe 250 bilhões de euros de dívida italiana, disse o
porta-voz econômico da Liga à Reuters.
"O cancelamento da dívida nunca apareceu em qualquer
esboço", disse Claudio Borghi nesta quarta-feira. "O que nós
estamos propondo é que para o propósito do Pacto de Estabilidade
(da UE), a dívida comprada sob o programa de estímulo (do BCE)
não seja contada na relação dívida-PIB dos países".
Borghi faz parte do grupo que trabalha em um programa comum
dos dois partidos antissistema para a formação de um governo,
mais de 10 semanas após uma eleição nacional que não foi capaz
de formar um governo.
O custo dos empréstimos na Itália disparou no início do
pregão desta quarta-feira, ampliando a diferença em relação ao
rendimento dos títul6os alemães, após uma reportagem afirmar que
Liga e 5 Estrelas pretendem pedir ao BCE que perdoe 250 bilhões
de euros da dívida italiana.
O rendimento dos títulos italianos de 10 anos chegou a
atingir a máxima de dois meses de 2,003 por cento ,
com um salto de 6 pontos básicos que levou a diferença em
relação ao título referencial alemão a 138 pontos
básicos ante 129 pontos da noite de terça-feira.
O rendimento do títulos italianos de 2 anos subiu para 0,007
por cento , negociado acima de zero por cento pela
primeira vez desde maio de 2017, segundo dados da Reuters.
A reportagem do Huffington Post Itália disse também que o
esboço do programa de governo pede uma renegociação das
contribuições orçamentárias da Itália à União Europeia, um fim
das sanções contra a Rússia e planos para desmantelar uma
reforma previdenciária de 2011 que aumentou a idade de
aposentadoria.
(Reportagem de Gavin Jones)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))
REUTERS PF CMO


Assuntos desta notícia

Join the Conversation