Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O líder supremo do Irã, Ali Khamenei, disse nesta quarta-feira que o Irã não pode negociar com os Estados Unidos sua influência regional ou seus programas de mísseis balísticos e que não confia nos países europeus para preservar o acordo nuclear.

“Aceitamos o JCPOA (sigla em inglês do acordo nuclear), mas as inimizades (dos EUA) não acabaram. Agora estão mencionando a nossa presença na região e nossos mísseis. Caso também aceitemos, começarão a criar problemas com outro assunto”, denunciou em discurso publicado em seu site oficial.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Khamenei também se referiu à intenção do Governo iraniano de realizar consultas com o resto dos signatários do pacto – Rússia, China, Reino Unido, França e Alemanha – para decidir se seguem com o acordo ou o abandonam como os EUA.

“Os responsáveis do país estão perante um grande teste, vamos ver se conservam a dignidade do povo ou não. Se diz que vamos continuar com três países europeus, eu não confio nesses três países”, afirmou.

Neste sentido, pediu às autoridades que não confiem neles e exija “garantias definitivas” para seguir no JCPOA, que limita o programa atômico de Teerã em troca da suspensão das sanções internacionais.

“Se querem fazer um acordo, que tenhamos uma garantia sólida, se não, eles farão o mesmo que os EUA”, acrescentou.

Trump anunciou ontem a retirada dos EUA do pacto nuclear e que voltará a impor “o nível mais alto de sanções econômicas” contra o Irã.

Informações da Ag. EFE


Assuntos desta notícia