Clicky

MetaTrader 728×90

LONDRES, 21 Nov (Reuters) – O euro operava perto da
estabilidade nesta terça-feira depois de registrar a maior queda
em quase um mês na sessão anterior, com os investidores deixando
de lado as preocupações com qualquer impasse político na
Alemanha por enquanto.
Os esforços para a composição de uma coalizão de governo
tripartite na Alemanha fracassaram, disse a chanceler Angela
Merkel na segunda-feira, o que mergulhou o país em sua pior
crise política em décadas, fez surgir a possibilidade de novas
eleições e lançou dúvidas sobre o futuro da líder alemã.

Com os spreads dos rendimentos dos títulos se apertando e
com os mercados acionários europeus operando dentro de faixas
recentes, os mercados estão focados na sequência constante de
dados positivos da zona do euro.
"A política não é motivo de preocupação por enquanto e acho
que o euro só vai se enfraquecer agora se parecer que a própria
Merkel pode ser afetada por essas consequências", disse o
diretor de estratégia de câmbio da Infinity International, John
Marley.
Às 08:43 (horário de Brasília), o euro tinha variação
positiva de 0,03 por cento, a 1,1735 dólar, depois de recuar 0,5
por cento na segunda-feira, a maior queda diária desde 26 de
outubro.
Contra uma cesta de moedas, o dólar perdia 0,06 por
cento, a 94,021 , próximo da máxima desde 14 de novembro
de 94,104.
O calendário de dados dos Estados Unidos está relativamente
escasso antes do feriado de Ação de Graças, com um discurso da
chair do Federal Reserve, Janet Yellen, agendado para esta
terça-feira. A ata da reunião do Fed do mês de novembro será
divulgada na quarta-feira.
(Por Saikat Chatterjee)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7509))
REUTERS TF

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia