Clicky

MetaTrader 728×90

Por Phil Stewart

WASHINGTON (Reuters) – O Exército norte-americano irá combater o Estado Islâmico na Síria "enquanto eles quiserem lutar", disse o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, na segunda-feira, descrevendo um papel de longo prazo para os soldados dos EUA, previsto para muito depois que os insurgentes perderem todos os territórios que controlam.

MetaTrader 300×250

No momento em que forças apoiadas pelos EUA e pela Rússia lutam para retomar os terrenos restantes sob controle do Estado Islâmico, Mattis disse que o objetivo de longo prazo do Exército norte-americano será impedir o retorno de um "Estado Islâmico 2.0".

"O inimigo ainda não declarou que eles terminaram com a área, então nós continuaremos lutando enquanto eles quiserem lutar", disse Mattis, falando com repórteres no Pentágono sobre o futuro das operações dos EUA na Síria.

O secretário também destacou a importância de esforços de paz a longo prazo, sugerindo que as forças norte-americanas visam ajudar a estabelecer condições de uma solução diplomática na Síria, que enfrenta agora seu sétimo ano de guerra civil.

(Reportagem de Phil Stewart)
2017-11-14T101319Z_1_LYNXMPEDAD0O5_RTROPTP_1_NATO-DEFENCE.JPG urn:newsml:onlinereport.com:20171114:nRTROPT20171114101319LYNXMPEDAD0O5 Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, durante conferência em Bruxelas, na Bélgica OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20171114T101319+0000 20171114T101319+0000


Assuntos desta notícia

Join the Conversation