Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

CIDADE DO MÉXICO, 29 Jan (Reuters) – O político de
esquerda Andrés Manuel López Obrador consolidou sua liderança na
disputa pela Presidência do México, mas a corrida se tornou mais
acirrada com outro concorrente da oposição ganhando terreno,
enquanto o nome do partido governista perdeu fôlego, segundo uma
pesquisa divulgada nesta segunda-feira.
A pesquisa feita pela empresa Buendia & Laredo entre os dias
19 e 25 de janeiro mostrou López Obrador com 32 por cento de
apoio e Ricardo Anaya, ex-presidente do conservador Partido Ação
Nacional (PAN) que lidera uma coalizão de esquerda, com 26 por
cento.
De volta ao terceiro lugar, com 16 por cento de apoio antes
da eleição de 1º de julho, apareceu José Antonio Meade,
ex-ministro das Finanças que pleiteia a indicação do governista
Partido Revolucionário Institucional (PRI), segundo o
levantamento publicado no jornal El Universal.
O PRI não escolherá seu candidato oficialmente antes de 18
de fevereiro, mas os líderes da legenda apoiam Meade e muitos
acreditam que ele será confirmado como candidato, apesar de
alguma dissidência interna sobre o andamento da campanha.
Uma sondagem separada do início deste mês também mostrou que
Meade não está avançando. Se esta tendência persistir, a eleição
se transformará em um confronto entre López Obrador, ex-prefeito
da Cidade do México de 64 anos, e Anaya, de 38 anos.
Uma pesquisa de 6 de dezembro da Buendia & Laredo atribuiu a
López Obrador 31 por cento do apoio dos eleitores, 23 por cento
a Anaya e 16 por cento a Meade.
A pesquisa publicada nesta segunda-feira se baseou em 1.002
entrevistas e tem margem de erro de 3,53 pontos percentuais.
(Por Dave Graham)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))
REUTERS PF


Assuntos desta notícia