Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Christine Kim
SEUL, 31 Jan (Reuters) – A Coreia do Sul iniciará um
programa de treinamento conjunto na estação de esqui
norte-coreana de Masikryong nesta quarta-feira, conforme
planejado inicialmente, informou o Ministério da Unificação
sul-coreano, e uma delegação de 45 pessoas fará a viagem de dois
dias.
A delegação sul-coreana, que conta com cerca de 30 atletas,
embarcou em um voo fretado da Asiana Airlines no Aeroporto
Internacional Yangyang, no nordeste da Coreia do Sul, rumo ao
Aeroporto Kalma de Wonsan, disse o ministério.
O voo foi fretado para não criar um conflito com as sanções
atualmente impostas pelos Estados Unidos à Coreia do Norte,
disse o porta-voz Baik Tae-hyun em um boletim à imprensa.
Baik não soube dizer como a Asiana foi selecionada para o
voo fretado.
De acordo com as sanções norte-americanas unilaterais a
Pyongyang, nenhum navio ou aeronave pode visitar os EUA durante
um período de 180 dias depois de ir para a Coreia do Norte.
"Foram feitas negociações (com os EUA) para evitar um
conflito com as sanções só para esta ocasião", disse Baik,
acrescentando que Washington deu seu consentimento ao voo nesta
quarta-feira.
Na volta para casa, a delegação sul-coreana será acompanhada
pelos norte-coreanos, que visitarão o vizinho do sul para se
prepararem para a Olimpíada de Inverno de Pyeongchang, que
começa em 9 de fevereiro.
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))
REUTERS PF


Assuntos desta notícia