Clicky

MetaTrader 728×90

SEUL, 22 Nov (Reuters) – A Coreia do Norte respondeu nesta
quarta-feira à decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald
Trump, de reincluir o país em uma lista de Estados que
patrocinam o terrorismo, chamando a ação de "uma grave
provocação e violação agressiva", relatou a mídia estatal
norte-coreana.
Trump colocou a Coreia do Norte de volta em uma lista de
Estados patrocinadores do terrorismo na segunda-feira, uma
designação que permite que os Estados Unidos imponham mais
sanções contra Pyongyang e que arrisca aumentar as tensões sobre
os programas de míssil e armas nucleares da Coreia do Norte.
Em entrevista à mídia estatal KCNA, um porta-voz do
Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Norte chamou a
decisão de "comportamento vergonhoso" por parte de Trump e negou
que a Coreia do Norte seja envolvida em qualquer terrorismo.
(Reportagem de Josh Smith)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 22237141))
REUTERS MCP PF


Assuntos desta notícia