Clicky

Chart Trading 728×90

O regime da Coreia do Norte afirmou nesta terça-feira que testou com sucesso um míssil balístico intercontinental (ICBM), “capaz de alcançar qualquer parte do mundo”, segundo anúncio realizado através da emissora estatal “KCTV”.

A emissora afirmou que se trata de um míssil novo batizado como Hwasong-14 que alcançou uma altura máxima de 2.802 quilômetros e percorreu 933 quilômetros em 39 minutos.

Profitchart Pro 300×250

No anúncio, realizado pela locutora Ri Chun-hee, responsável por dar as notícias mais importantes do regime, explicou que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, deu pessoalmente a ordem para lançar o projétil.

“A República Popular Democrática da Coreia (nome oficial do país) tornou-se uma potência nuclear imponente com o mais poderoso dos ICBM capaz de atingir qualquer parte do mundo”, disse a apresentadora.

Se for verdade, o teste seria um grande avanço dentro do programa armamentístico norte-coreano, que pretende desenvolver mísseis ICBM capazes de equipar bombas nucleares e alcançar o território americano.

Hoje, as autoridades da Coreia do Sul e Japão tinham anunciado que o Exército norte-coreano lançou um míssil por volta das 9h40 (21h40 de segunda-feira em Brasília) a partir da base aérea de Panghyon, na província de Pyongyang do Norte.

Embora que os dados sobre altura e distância percorrida pelo míssil obtidos em conjunto pela inteligência militar americana, sul-coreana e japonesa, nenhum dos países confirmou se tratar de um ICBM.

O teste balístico norte-coreano, o primeiro desde 8 de junho, quando Pyongyang disparou um míssil de cruzeiro, ocorre logo depois de o novo presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, terem se reunido em Washington para conversar sobre a ameaça do regime de Kim Jong-un.

As informações são da Ag. EFE


Assuntos desta notícia