Clicky

MetaTrader 728×90

8 Jun (Reuters) – O secretário das Relações Exteriores do
Reino Unido, Boris Johnson, alertou que a desfiliação britânica
da União Europeia pode fracassar, mas que tudo "dará certo no
final" e que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump,
adotaria uma postura mais rigorosa se estivesse conduzindo as
conversas, de acordo com o BuzzFeed.
Os comentários de Johnson foram gravados em segredo durante
um jantar na noite de quarta-feira e obtidos pelo site de
notícias, que os divulgou na quinta-feira horas depois de
ministros chegarem a um consenso sobre um plano de contingência
do Brexit para a fronteira irlandesa.
Johnson disse que a primeira-ministra britânica, Theresa
May, está começando a adotar uma linha mais dura, mas que será
preciso ter cabeça fria à medida que as conversas se tornarem
mais difíceis nos próximos meses.
Na gravação se ouve Johnson dizer: "Acho que Theresa entrará
em uma fase na qual ficaremos muito mais combativos com
Bruxelas".
"É preciso encarar o fato de que agora pode acontecer um
colapso. Certo? Não quero que ninguém entre em pânico durante o
colapso. Nada de pânico. Pro bono publico, nada de pânico. Tudo
dará certo no final".
Johnson disse que Trump, envolvido em uma batalha com
aliados europeus, como Londres, devido à adoção de tarifas sobre
o aço, adotaria uma postura mais rigorosa se estivesse a cargo
das negociações.
"Imagine Trump cuidando do Brexit", disse Johnson. "Ele
entraria com tudo… haveria todo tipo de rompimento, todo tipo
de caos. Todos pensariam que ele enlouqueceu. Mas na verdade se
pode chegar a algum lugar. É um pensamento muito, muito bom".
Johnson também pareceu criticar o ministro das Finanças,
Philip Hammond, que é visto como um dos membros mais
pró-europeus do gabinete de May e atraiu críticas de
eurocéticos.
O Tesouro é "basicamente o coração do (movimento
anti-Brexit) Ficar" e está tentando impedir que o Reino Unido
tenha liberdade total na política comercial depois do Brexit
mantendo-o preso à união alfandegária da UE e em grande parte ao
mercado comum, disse Johnson, segundo o BuzzFeed.
Nesta sexta-feira, Hammond disse que uma abordagem
colaborativa é melhor do que uma conflituosa nas negociações com
a União Europeia, enquanto uma porta-voz de May disse que a
primeira-ministra tem confiança em Johnson.
"A premiê acredita que seu gabinete e seu governo estão
trabalhando duro para atender a vontade do povo e trabalhando
duro para retomar o controle do nosso dinheiro, leis e
fronteiras", disse.
(Reportagem de Costas Pitas)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))
REUTERS PF


Assuntos desta notícia