Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

(Texto atualizado com mais detalhes)
Por Jan Strupczewski
BRUXELAS, 30 Nov (Reuters) – A União Europeia acertou um
acordo financeiro com o Reino Unido, disse nesta quinta-feira
uma autoridade sênior da UE à Reuters, sob o qual Londres se
comprometeu a pagar uma quantia estabelecida de orçamentos da EU
após o Reino Unido deixar o bloco.
Depois de relatos de ofertas britânicas nos dias recentes,
negociadores da UE insistiram publicamente que trabalhos
prosseguem sobre o acordo financeiro, conforme ambos os lados
também buscam alcançar acordos sobre duas outras condições-chave
de divórcio antes de uma reunião de crise na segunda-feira.
"A oferta oficial não foi enviada, mas não oficialmente foi
aceita em tal extensão que, se ninguém desejar protagonizar uma
mudança de último minuto, tudo ficará bem", disse a autoridade.
Um porta-voz do Departamento Britânico para Saída da União
Europeia não estava imediatamente disponível para comentários.
No geral, o lado da UE está "otimista" de que o acordo pode
ser alcançado sobre as condições para permitir que líderes da EU
concordem durante uma cúpula em 14 e 15 de dezembro para iniciar
conversas sobre relações pós-Brexit.
O governo britânico rejeitou como "especulação" na
quarta-feira relatos em jornais britânicos de que havia mais que
dobrado sua oferta à União Europeia para cerca de 50 bilhões de
euros.
A autoridade da UE disse que não houve quantia precisa
discutida porque o valor a ser pago no futuro irá depender de
diversos elementos imponderáveis, variando de se garantias de
empréstimos precisam ser aplicadas até os detalhes da taxa de
câmbio libra-euro e crescimento nas econômicas britânica e da
UE.
O Reino Unido se comprometeu a atender uma parte concordada
da vasto volume de itens orçamentários futuros que a União
Europeia pediu, disse a autoridade, acrescentando: "É um acordo
sobre qual percentual compartilhado o Reino Unido irá assumir e
sobre quais itens".
A autoridade disse que a cota britânica será
significativamente menor que 16 por cento – cota britânica no
ano passado do rendimento total da União de 28 países.
Em qualquer caso, o peso econômico do Reino Unido pode cair,
uma vez que a libra desabou desde a votação do ano passado para
saída da União Europeia, enquanto também em termos de libra, a
economia britânica tem crescido mais lentamente do que outras.
A cota da economia usada para orçamento da UE também é
calculada de forma diferente e o Reino Unido foi intitulado como
membro para um abatimento especial.
Entre linhas orçamentárias essenciais que o Reino Unido se
comprometeu está a cobertura de uma cota de despesas do
orçamento da UE em anos além do orçamento atual de sete anos da
União Europeia terminando em 2020.
"Nós concordamos em uma certa fórmula sobre como calcular
esta cota. Então nós pegamos cada linha no orçamento e aplicamos
a cota a isto", disse a autoridade.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS TR


Assuntos desta notícia