Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

LONDRES, 16 Abr (Reuters) – A decisão do Reino Unido de
conduzir ataques aéreos contra a Síria foi tomada pelo interesse
nacional do país e não como resultado de pressão exercida pelo
presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse a
primeira-ministra britânica, Theresa May, ao Parlamento nesta
segunda-feira.
"Nós não fizemos isso porque o presidente Trump nos pediu,
nós fizemos porque acreditamos que era a coisa certa a fazer, e
não estamos sozinhos. Há amplo apoio internacional para a ação
que tomamos", disse May.
(Reportagem de Elizabeth Piper)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 22237141))
REUTERS MCP MPP


Assuntos desta notícia

Join the Conversation