Clicky

MetaTrader 728×90

O ex-ministro da Fazenda e Casa Civil, Antonio Palocci, decidiu contratar o advogado, Adriano Bretas, para negociar a delação premiada. A decisão chega oito dias depois que o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter a prisão dele no âmbito da Operação Lava jato. Os ministros do STJ entenderam que a prisão preventiva de Palocci, decretada pelo Juiz Federal, Sergio Morto, era necessária para garantir a ordem pública.

Ainda na semana passada, o ex-ministro dos governos, Lula e Dilma, em depoimento a Moro disse que estava à disposição da Justiça e que não teria nenhum problema em dar “nomes, endereços e detalhes” sobre o que sabia.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Palocci e mais 14 pessoas são réus acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.


Assuntos desta notícia