Clicky

Chart Trading 728×90

No início da sessão plenária do Supremo Tribunal Federal (STF) desta quarta-feira, que abre o Ano Judiciário de 2017, o decano do Tribunal, ministro Celso de Mello, em nome do STF, prestou homenagem ao ministro Teori Zavascki, falecido em um acidente aéreo no dia 19 de janeiro.

Em seu discurso, o decano ressaltou que Teori Zavascki “destacou-se como um dos grandes Juízes do Supremo Tribunal Federal, seja por suas virtudes peregrinas, seja por sua incomparável dignidade pessoal, seja por seu notável talento intelectual, seja por sua inquestionável integridade profissional, seja, ainda, por sua sólida formação jurídica”.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também prestou homenagens ao ministro Teori, afirmando que o Ano Judiciário inicia-se gravado pela insubstituível perda do ministro Teori Zavascki, pessoa inesquecível e magistrado ímpar.

A presidente do Tribunal, ministra Cármen Lúcia, informou, no início da sessão, que este ano, excepcionalmente, não haveria solenidade de abertura do Ano Judiciário em face do falecimento do ministro Teori Zavascki.

Com STF


Assuntos desta notícia