Clicky

Petróleo em alta e valor de mercado da Petrobrás bate recorde

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Ontem com o petróleo em forte alta no mercado internacional (WTI em alta de 3,03%) as empresas do setor capturaram o movimento e tiveram grande valorização espalhada pelo mundo. A Petrobras encerrou em alta de 8,16% (PN) e 10,02% (ON), enquanto a B3 subiu 1,58% em 84.265 pontos, voltando para dentro da zona de congestão acima de 83.700 pontos. O valor de mercado da Petrobras bateu novo recorde em R$ 341,4 bilhões e só ontem cresceu R$ 29 bilhões.

Tudo por conta de Donald Trump ter denunciado o acordo nuclear com o Irã e imposto sanções. A união Europeia tenta manter o acordo e aprimorar. Hoje Israel anunciou que foi atacada pelo Irã e atacou bases da Síria. Na China, durante a madrugada, foi anunciada a inflação medida pelo CPI (Consumidor) em deflação de 0,2% e taxa anualizada de 1,8%, menor que o previsto na margem. O PPI de abril mostrou deflação de 0,2% e taxa anualizada com 3,4%.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Na Coreia Norte, reuniões profundas de Kim Jong Un com Mike Pompeo e mostrando boa vontade liberou três presos americanos. Mas Trump diz que isso não muda a situação com a Coreia do Norte. O BoJ (BC Japonês) em seu sumário da reunião, deixou claro que há dissidência entre os dirigentes quanto à flexibilização monetária. No Reino Unido, a produção industrial cresceu 0,1% em março e mostra expansão anualizada de 2,9%, quando a previsão era 3,1%. O déficit comercial de março ficou em 12,3 bilhões de libras.

Ainda no Reino Unido, o BOE (BC Inglês) manteve a política monetária estabilizada com juros em 0,5% e compra de ativos de 435 bilhões de libras, mas houve dois dissidentes que queriam alta de juros para 0,75%. Carney, presidente, diz que o Brexit ainda impõe dificuldades. Na Argentina, preparam forma clássica de obter recursos junto ao FMI, com monitoramento restrito.

No mercado, o petróleo mostrava alta de 0,58% com o barril cotado em US$ 71,55. O euro era transacionado em alta para US$ 1,89 e notes americanos com juros de 2,98%. O ouro e a prata em alta na Comex e commodities agrícolas com viés de queda na bolsa de Chicago. A criptomoeda Bitcoin tinha alta de 0,70% e cotada a US$ 9345.

No cenário local, a Câmara votou e aprovou o texto base do cadastro positivo e tem que votar destaques antes de encaminhar novamente para o Senado. A votação ocorre na próxima terça-feira. O STF em votação virtual já emplacou 4×0 contra a liberdade de Lula, faltando até o final do dia, o voto de Celso de Melo.

O IBGE anunciou o IPCA de abril com alta de 0,22% (menor que o previsto), mas vindo de 0,09%. No ano, a inflação oficial está em 0,92% e em 12 meses em 2,76%, a menor taxa desde o Plano Real. A primeira prévia do IGP-M de maio ficou em 1,12% (anterior em 0,18%) acumulando alta em 12 meses de 3,99% e no ano de 3,19%. O BNDES mudou o cronograma e deve devolver até o final de agosto os R$ 100 bilhões que deve ao Tesouro Nacional.

No mercado, os DIs abrindo o dia com queda de juros para os principais vencimentos e o dólar em queda de 0,58% e cotado a R$ 3,577. Na B3, o dia iniciando com leve alta de 0,15% para o índice futuro.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia