Clicky

MetaTrader 728×90

Por Maayan Lubell
JERUSALÉM, 8 Jan (Reuters) – O órgão regulador antitruste de
Israel informou que avaliará as práticas de negócios de gigantes
da Internet, como Facebook e Google , para
certificar-se de que não estão sufocando a concorrência.
"Olharemos de perto para atividade de gigantes da Internet
para ver se estão abusando do poder e descumprindo regras da
Autoridade AntiTruste", disse a diretora do órgão, Michal
Halperin, ao Comitê de Assuntos Econômicos do parlamento.
"As grandes companhias de Internet, como Google e Facebook,
têm presença suficiente em Israel em termos de leis
antitruste… a lei se aplica a elas, mesmo que não estejam
registradas em Israel", afirmou Halperin.
A autoridade examinará se essas empresas estão abusando de
suas vantagens, de modo a empurrar outros participantes para
fora e monopolizar o mercado, disse ela.
Representantes de Facebook e Google, que estavam presentes
na reunião, disseram que cumprem as leis e fornecem uma
plataforma para os negócios em Israel prosperarem.
Como em outros países, o tradicional mercado de mídia de
Israel enfrenta uma crise na era digital, conforme os anúncios
diminuem e as receitas caem.
Google e Facebook abocanham cerca de 80 por cento das
receitas com publicidade em Israel, que giram em torno de 436
milhões e 494 milhões de dólares por ano.
"Os problemas no mercado de publicidade israelense não
começaram com o Google", disse Noa Elefant, diretor de política
pública do Google em Israel.
Halperin afirmou à Reuters esperar que o órgão regulador
conclua os trabalhos em 2018.
(Por Maayan Lubell)
((Tradução Redação São Paulo; 55 11 56447553))
REUTERS GM RBS


Assuntos desta notícia