Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

KINSHASA, 14 Mai (Reuters) – Agências da ONU começaram a
enviar equipes de especialistas durante o fim de semana à
República Democrática do Congo para tentar impedir a
disseminação de um surto de Ebola que pode ter infectado mais de
30 pessoas, anunciaram autoridades no domingo.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu 4.000 doses de
uma vacina experimental para Ebola e estava preparando o envio
para o país, disse o diretor da OMS para a África, Matshidiso
Moeti, por telefone à Reuters no domingo.
Apenas dois casos foram confirmados até o momento em
laboratório.
O caso suspeito mais recente foi registrado na sexta-feira
na província do Equador, que recebeu a visita do ministro da
Saúde, Oly Ilunga Kalenga, no sábado, acompanhado de
funcionários da OMS e do Unicef.
O presidente Joseph Kabila também se reuniu com o
diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em Kinshasa,
no domingo.
(Reportagem de Amedee Mwarabu)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))
REUTERS PF


Assuntos desta notícia

Join the Conversation