Clicky

Profitchart Pro 728×90

A mais importante Bolsa de Valores do mundo, Nova York, também segue no mercado do urso e sob os efeitos do furacão Brexit, que pegou o mundo de surpresa na madrugada desta sexta-feira. O britânicos foram às urnas e decidiram, numa disputa acirrada, pela saída do Reino Unido da União Europeia.

Com isso, as reações nas bolsas de valores foram imediatas e prosseguem, pelo menos no primeiro impacto.

Chart Trading 300×250

Há pouco, Dow Jones recuava 2,95% aos 17.499 pontos; o S&P perdia 3,04% aos 2,048 pontos; e a bolsa eletrônica, Nasdaq desvalorizava 3,66% aos 4.730 pontos.

O presidente Barack Obama disse em comunicado que respeita a decisão do povo britânico de deixar a União Europeia (UE) e afirmou que tanto o Reino Unido como a UE “vão continuar sendo parceiros indispensáveis dos EUA”.

“O povo do Reino Unido falou e respeitamos sua decisão”, declarou Obama em comunicado. “A relação especial entre Estados Unidos e Reino Unido é duradoura e a filiação do Reino Unido à Otan continua sendo uma pedra fundamental da política econômica, externa e de segurança dos Estados Unidos”

“Igualmente (importante) é nossa relação com a União Europeia, que fez tanto para promover a estabilidade, estimular o crescimento econômico e promover os valores e ideais democráticos em todo o continente e fora de suas fronteiras”, afirmou Obama, que hoje vai fazer um pronunciamento em uma conferência de empreendedores na Califórnia.

“O Reino Unido e a União Europeia seguirão sendo parceiros indispensáveis dos Estados Unidos, inclusive quando comecem a negociar o andamento de sua relação”, afirmou o presidente, que lembrou que “a estabilidade, a segurança e a prosperidade para a Europa, o Reino Unido, a Irlanda do Norte e o mundo” deverão continuar sendo asseguradas.

Hoje, o Departamento do Comércio norte-americano divulgou o resultados da negócios para encomendas de equipamentos, que caíram inesperadamente em maio para o menor patamar em três meses, apontando para a fraqueza dos investimentos, ante as perspectivas para a saída do Reino Unido da UE.

A reservas para bens de capital não-militares, excluindo aeronaves, caiu 0,7%, depois de outra queda de 0,4%. A demanda para todos os bens duráveis – itens destinados a durar pelo menos três anos – caiu de 2,2%, mais do que o esperado.


Assuntos desta notícia