Clicky

mm lci boxe 728

A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta terça-feira, com as empresas de energia e com o preço do petróleo ultrapassando US$50,00 o barril pela primeira vez em quase um ano. As empresas de telefonia subiram com os rendimentos dos títulos caindo.

Os investidores também partiram para o risco com o discurso da presidente do banco central norte-americano, Janet Yellen, deixando no ar as pistas esperadas pelos mercados para a mudança na política monetária dos Estados Unidos.

300×250 4 reais

Em um discurso segunda-feira, Yellen disse que o relatório de emprego de sexta-feira foi relativo (criação de 38 mil postos de trabalho), mas que “nunca se deve dar muita importância para qualquer relatório mensal único”.

A reunião dos membros do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Fed acontece nos próximos dias 14 e 15.

Ao final, o Dow Jones subiu 0,10% aos 17.938 pontos; o S&P ganhou 0,13% aos 2.112 pontos; a Nasdaq caiu 0,14 aos 4.961 pontos.

O barril de petróleo Brent para entrega em agosto fechou nesta terça-feira no mercado de futuros de Londres cotado a US$ 51,43, um avanço de 1,9% em relação à sessão anterior.

O petróleo do Mar do Norte terminou a sessão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,96 acima do valor final da sessão de ontem.

Já o referência dos Estados Unidos, WTI, subiu US$ 0,67 centavos, ou 1,3%, para US$ 50,36 o barril em Nova York. O petróleo bruto não fechava em US$50,00 o barril ou superior desde 21 julho do ano passado.

A produtividade do trabalho do setor empresarial não-agrícola diminuiu 0,6% na taxa anual durante o primeiro trimestre de 2016. As informações são do Departamento do Trabalho norte-americano.

A produção aumentou 0,9% e as horas trabalhadas aumentaram 1,5%, com todas as variações percentuais trimestrais sazonalmente ajustadas. A partir do primeiro trimestre de 2015 ao primeiro trimestre de 2016, a produtividade aumentou 0,7%.

Os custos unitários do trabalho no setor empresarial não-agrícola aumentaram 4,5% no primeiro trimestre de 2016, refletindo elevação de 3,9% em horas compensadas e um declínio de 0,6% na produtividade. Os custos unitários do trabalho aumentaram 3,0% ao longo dos últimos quatro trimestres.

A produtividade no setor de trabalho de manufatura aumentou 1,3% no primeiro trimestre de 2016, com a produção aumentando 0,6% e as horas trabalhadas diminuindo 0,7%.

Os analistas voltaram a atribuir essa alta às sabotagens e ataques a instalações petrolíferas que estão acontecendo na Nigéria, um dos principais produtores de petróleo da África, que obrigaram a reduzir as extrações.

Indicadores

A produtividade diminuiu 0,6% no setor de manufatura de bens duráveis e aumentou 4,2% no setor de bens não duráveis.

Ao longo dos últimos quatro trimestres, a produtividade de transformação cresceu 1,3%, com a produção aumentando 0,6% e as horas diminuindo 0,7%. O custo unitário do trabalho na indústria transformadora aumentou 1,1% no primeiro trimestre de 2016 e 3,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

A compensação por hora aumentou 2,5% no primeiro trimestre de 2016 e 5,0% desde o mesmo trimestre do ano passado. O maior ganho de quatro trimestres, 5,8%, a partir do primeiro trimestre de 2004 ao primeiro trimestre de 2005.


Assuntos desta notícia