Clicky

MetaTrader 728×90

O mercado de ações doméstico segue operando em queda nesta segunda-feira, com um pouco de realização de lucros e ajustes. O cenário externo está no radar, com Wall Street ganhando força, e com as commodities puxando Petrobras, Vale e Suzano Papel. O preço do petróleo está em alta, o minério de ferro disparou no porto de Qingdao, China, e a celulose manteve a valorização.

Há pouco, o Ibovespa seguia cotado a 0,43% aos 84.876 pontos. O giro financeiro seguia para os e R$8 bilhões.

MetaTrader 300×250

As ações com ganhos

Suzano Papel ON, alta de 3,53%; Petrobras ON, alta de 3,66%; Petrobras PN, alta de 2,32%; BRF ON, alta de 2,18%; e Vale ON, alta de 2,19%.

As ações com perdas

Energias BR ON, queda de 11,79%; Estacio Part. ON, queda de 7,98%; Qualicorp ON, queda de 6,53%; ViaVarejo UNT, queda de 5,29%; e GOL PN, queda de 4,82%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica do Índice Bovespa que vai vigorar de 07 de maio de 2018 a 31 de agosto de 2018 com os cinco ativos que apresentam o maior peso na composição do índice são: Vale ON (11,360%), Itauunibanco PN (10,436%), Bradesco PN (7,735%), Ambev S/A ON (7,056%) e Petrobras PN (6,674%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, ficou em alta na bolsa de Futuros de Londres a 0,68% cotado a US$78,91 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 0,35%, cotado a US$ 70,95 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 2,24% a US$68,93 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1.158,60, alta de 2,31%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$1.048,10 a tonelada, alta de 0,90%.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation