Clicky

MetaTrader 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta quarta-feira (16).

Os mercados acionários estão novamente cautelosos com a decisão da Coreia do Norte em cancelar a reunião marcada para hoje com a Coreia do Sul e  também ameaçar não cumprir a agenda com os Estados Unidos no mês de junho. O aumento dos conflitos na faixa de Gaza e os indicadores da agenda global estão no radar.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

ÁSIA – Ao final, o índice Asia Dow ficou em queda de 0,12% a 3.614. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em queda de 0,13% aos 31.110. O Xangai Composite ficou em queda de 0,71% aos 3.169. O índice FTSE Straits, Cingapura, ficou em queda de 0,20% aos 3.533. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,44% aos 35.387. O índice Kospi, bolsa da Coreia do Sul, ficou em alta de 0,05% a 2.459. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,44% a 22.717. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,15% a 6.107. Na Ásia, os mercados acionários mantiveram as vendas. As preocupações com a Coreia do Norte permanecem no radar, levando os investidores a evitar exposição ao risco. O índice MSCI Asia Pacific fechou com queda de 0,11%. Os indicadores do Japão, com o PIB mostrando contração em 0,6% no primeiro trimestre, incomodou o desempenho do Nikkei. Na China, após uma abertura em alta, bolsas fecharam em baixa por conta da queda nas ações do sistema financeiro.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 0,16% a 393.04, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) seguia em queda de 2,26% aos 23.751; o Ibex 35 (Madri) segue em queda de 0,99% aos 10.106; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 0,29% aos 13.008; o FTSE-100 (Londres) está em alta 0,14% a 7.733; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 0,14% aos 5.561; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em quedade 0,17%  a 5.689. Na Europa, os mercados operam sem direção. O índice pan-europeu de ações, STOXX600, opera com alta. O euro é negociado a US$ 1,1803, perdendo em relação à cotação de US$ 1,1843 de ontem à tarde. Indicadores de peso para a Alemanha e Zona do Euro devem manter a atenção dos negociadores.

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em queda de 0,06% aos 2.707. O Dow Jones (futuros) opera em queda de 0,06% aos 24.664. O Nasdaq (futuros) estava em queda de 0,04% aos 6.888.  Nos Estados Unidos, os juros futuros seguem em alta, com a Treasury de 10 anos tendo ultrapassado o patamar de 3,0%, agora estando a 3,013% a.a.. Os números da economia local podem pautar o dia em Wall Street. A cautela com o Fed prossegue e o dólar americano segue pressionando para baixo as moedas emergentes.

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em queda na bolsa de Futuros de Londres a 1,33% cotado a US$78,89 o barril.

O petróleo WTI segue em queda de 0,39%, cotado a US$ 71,03 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em alta de 1,11% a US$68,03 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1.158,60, alta de 2,31%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$1.048,10 a tonelada, alta de 0,90%.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL – A bolsa de valores de São Paulo deve manter a volatilidade nesta quarta-feira, em dia de vencimento de opções sobre o índice, com as expectativas para indicadores e também com a decisão do Copom. É esperado um novo corte na Selic para 6,25% ao ano. No mercado de câmbio, as preocupações e críticas ao BC, com o valor do dólar rondando os R$ 3,70, devem permanecer. Já na abertura a moeda seguia para os R$3,68 e alta de 0,63%.

AGENDA – Quarta-feira

No Brasil, a FGV apresenta o IPC-S, o IGP-10, o IBC-BR  e a Taxa Selic. Na Alemanha, o CPI Harmonizado. Nos Estados Unidos, as Novas Construções Residenciais, a Produção Industrial, os Estoques do Petróleo e discursos de membros do Fed.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation