Clicky

MetaTrader 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta terça-feira (15).

Mercados devem acompanhar os números das economias que serão apresentados nesta terça-feira, bem como os relatórios das empresas nesta reta final da temporada de balanços. Os números abaixo do estimado para a China devem pesar em alguns índices acionários.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

ÁSIA – Ao final, o índice Asia Dow ficou em queda de 1,04% a 3.617. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em queda de 1,23% aos 31.152. O Xangai Composite ficou em alta de 0,57% aos 3.192. O índice FTSE Straits, Cingapura, ficou em queda de 0,62% aos 3.540. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,04% aos 35.543. O índice Kospi, bolsa da Coreia do Sul, ficou em queda de 0,71% a 2.458. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,21% a 22.818. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,61% a 6.097. Na Ásia, as bolsas fecharam em queda, com o índice MSCI Ásia Pacífico recuando -0,8%. Os dados econômicos chineses mostraram vendas no varejo vindo abaixo do esperado (9,4% a/a, contra expectativa de 10,0% a/a) e desacelerando em relação ao mês anterior (10,1%). Os investimentos também desapontaram (7,0% a/a contra mediana de expectativas de 7,4% a/a), enquanto a produção industrial cresceu 7,0% a/a, acima da mediana de projeções, que era de 6,4% a/a.. O iene está se depreciando contra o dólar, -0,23%, cotado a ¥/US$ 109,92.

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em alta de 0,27% a 393.16, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) seguia em alta de 0,44% aos 24.328; o Ibex 35 (Madri) segue em queda de 0,30% aos 10.227; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em alta de 0,09% aos 12.989; o FTSE-100 (Londres) está em alta 0,49% a 7.748; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 0,36% aos 5.559; e o PSI-20 (Lisboa) seguia em alta de 0,30%  a 5.709. Na Europa, as bolsas operam perto da estabilidade. O euro está se desvalorizando -0,07% contra o dólar, cotado a US$/€ 1,1919. A produção industrial na Zona do Euro em março veio abaixo do esperado, enquanto o PIB do 1º trimestre não sofreu revisões e o indicador ZEW de confiança do investidor subiu de 1,9 para 2,5. Os juros futuros na Zona do Euro seguem subindo, ainda reagindo ao comentário mais hawkish do membro do BCE ontem.

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em queda de 0,32% aos 2.721. O Dow Jones (futuros) opera em queda de 0,44% aos 24.775. O Nasdaq (futuros) estava em queda de 0,56% aos 6.934.  Nos Estados Unidos, os juros futuros seguem em alta, com a Treasury de 10 anos tendo ultrapassado o patamar de 3,0%, agora estando a 3,013% a.a.. O índice futuro da bolsa S&P500 está em ligeira queda, de -0,10%. O dólar está ganhando valor contra outras moedas, em especial de países emergentes, com o índice DXY subindo 0,18%. Hoje sairão diversos dados de atividade, com grande impacto nos mercados financeiros, com destaque para as vendas no varejo de abril.

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em alta na bolsa de Futuros de Londres a 1,26% cotado a US$80,18 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 0,92%, cotado a US$ 71,61 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao, China, ficou em queda de 2,39% a US$67,28 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1.158,60, alta de 2,31%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$1.048,10 a tonelada, alta de 0,90%.

 

CENÁRIO INTERNO

BRASIL – A bolsa de valores de São Paulo deve manter a volatilidade, com as análises sobre a pesquisa eleitoral divulgada ontem pela CNT/MDA, que não foi bem recebida pelos mercados financeiros. A pesquisa mensal de serviços de março ficou abaixo das expectativas em relação ao mês anterior. Os juros futuros também devem subir. Os preços das commodities devem amparar o índice principal e com as ações de empresas exportadoras sendo ajudadas pela depreciação cambial. O dólar segue trajetória de alta e neste momento está em R$3,664 na venda, alta de 1%.

AGENDA – Terça-feira

O IBGE divulgou o Índice de Serviços. Nos Estados Unidos será apresentado o Índice Empire e as Vendas no Varejo. Na China foram apresentados os dados da Produção Industrial, as Vendas no Varejo, os números das Pequenas Empresas, a Venda de Casas. Na Europa, a preliminar da Inflação, o sentimento ZEW, a Produção Industrial. No Japão, a preliminar da Inflação. Na Austrália, o Sentimento do Consumidor. Na China, os Investimentos Diretos.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation