Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta terça-feira (14).

ÁSIA – O índice Asia Dow ficou em queda de 0,40% aos 3.590. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em queda de 0,10% aos 29.152. O Xangai Composite ficou em queda de 0,53% aos 3.429. O índice Kospi, Coreia do Sul, fechou em queda de 0,15% aos 2.526 pontos. O índice FTSE Straits, Singapura, ficou em queda de 0,59% aos 3.399. O índice Nikkei 225 ficou estável aos 22.380. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,28% aos 32.941. As bolsas da Ásia fecharam com perdas nesta segunda-feira, na carona com os resultados de sexta-feira (10) nos Estados Unidos. Na Ásia, os mercados de ações fecharam em baixa, em virtude dos dados de atividade divulgados na China, mostrando desaceleração da economia chinesa. Investimento, vendas do comércio e produção industrial perderam força em outubro, alimentando cenários de um menor crescimento neste 4º trimestre em relação a expansão de 6,9% observada no trimestre anterior. O índice regional de ações, MSCI Asia Pacific perdeu 0,10%, nesta terça-feira. No momento, o dólar é negociado a US$ 113,86 ienes de 113,59 de ontem à tarde.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em queda de 0,27% aos 385.10, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em queda de 0,34% aos 22.361; o Ibex 35 (Madri) estava em queda de 0,07% aos 10.042; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em queda de 0,03% aos 13.071; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 0,14% aos 7.425; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 0,15% aos 5.333 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) estava em queda de 0,49% aos 5.283. Na Europa, mercados de ações seguem operando no vermelho. Enquanto aguardam pelo evento patrocinado pelo Banco Central Europeu. O euro passou a operar próximo da máxima, cotado a US$ 1,1706, depois da divulgação do PIB da Alemanha, que superou as expectativas. O PIB alemão no 3º trimestre cresceu 0,8% ante o trimestre anterior, superando as projeções do mercado (+0,6%).

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em queda de 0,09% aos 2.579; o Dow Jones (futuros) opera em queda de 0,03% aos 23.399; e o Nasdaq (futuros) segue em alta de 0,05% aos 6.315. O mercado deações dos Estados Unidos deve acompanhar o grande número de indicadores previstos para hoje, bem como o discurso de Janet Yellen na reunião dos bancos centrais em Frankfurt e o desenrolar sobre a reforma tributária americana. Os juros pagos pelas Treasuries sustentam os níveis alcançados ontem após o Secretário do Tesouro ter afirmado que a reforma tributária proposta pelo governo Trump é inegociável.

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em queda na bolsa de Futuros de Londres em 0,95% aos US$62,85 o barril.

O petróleo WTI segue em queda de 0,48%, cotado a US$ 56,49 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 1,58% aos US$63,17 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$951,68, alta de 3,43%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$937,67 e alta de 1,50%, a tonelada.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL – A bolsa de ações de São Paulo deve operar de lado nesta terça-feira, com a repercussão da divulgação do balanço da Petrobras ontem à noite. Em dia de agenda carregada no cenário externo, o clima político também deve ficar no radar. A decisão tomada ontem pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), de deixar o cargo pode precipitar a reforma ministerial, necessária para acomodar as demandas da base aliada, visando garantir 308 votos necessários para aprovar a reforma da Previdência. O dólar abriu em queda.

AGENDA – Terça-feira
Na China, as Vendas no Varejo, o FBCF Urbano e a Produção Industrial. Na Europa, o PIB da Alemanha, a Inflação, a Situação Zew e Expectativas, bem como a Produção Industrial de toda a região e o PIB trimestral. Nos Estados Unidos, o Otimismo de Pequenos Negócios e o IPP.No Brasil, as Vendas no Varejo. E, à noite, o Japão apresenta o PIB do ano de do trimestre.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation