Clicky

MetaTrader 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta segunda-feira (13).

ÁSIA – O índice Asia Dow ficou em queda de 0,68% aos 3.607. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em alta de 0,21% aos 29.182. O Xangai Composite ficou em alta de 0,44% aos 3.447. O índice Kospi, Coreia do Sul, fechou em queda de 0,50% aos 2.530 pontos. O índice FTSE Straits, Singapura, ficou em queda de 0,03% aos 3.419. O índice Nikkei 225 ficou em queda de 1,32% aos 22.380. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,84% aos 33.033. As bolsas da Ásia fecharam com perdas nesta segunda-feira, na carona com os resultados de sexta-feira (10) nos Estados Unidos. As dúvidas sobre o progresso da reforma tributária nos Estados Unidos levaram os investidores a realizar lucros sobre os recentes ganhos de ações na região. No Japão, a bolsa de Tóquio fechou no vermelho pelo quarto pregão consecutivo. O dólar era negociado a 113,43 ienes de 113,53 no fim da tarde de sexta-feira. O índice regional de ações MSCI Asia Pacific teve desvalorização de 0,6%.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em queda de 0,35% aos 388.69, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em queda de 0,64% aos 22.416; o Ibex 35 (Madri) estava em queda de 0,28% aos 10.066; o DAX 30 (Frankfurt) seguia em queda de 0,59% aos 13.050; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 0,07% aos 7.438; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 0,55% aos 5.351 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) estava em queda de 0,97% aos 5.250. Na Europa, o mau humor dos investidores persiste e, principalmente, no Reino Unido. A primeira-ministra Theresa May segue enfrentando desafios no Parlamento, podendo ser motivo de um voto de desconfiança, no momento em que as negociações envolvendo o Brexit chegam perto da definição. A libra recua para US$ 1,3083 de US$ 1,3197 no final da sexta-feira.

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em queda de 0,09% aos 2.582; o Dow Jones (futuros) opera em queda de 0,17% aos 23.422; e o Nasdaq (futuros) segue em alta de 0,01% aos 6.750. No mercado norte-americano, a reforma tributária proposta pelo presidente Donald Trump continuará sendo motivo de volatilidade para os mercados. Hoje, o Comitê de Finanças do Senado começa a debater o projeto de reforma tributária elaborada pelos senadores, diferindo daquela apresentada pelo presidente e aprovada na Câmara. Os índices futuros operam sem direção.

Commodities

Uma explosão de um oleoduto da Arábia Saudita e do Bahrein no final de semana poderá interferir nos preços da commoditie ao longo do dia.

O petróleo referência, Brent, segue em queda na bolsa de Futuros de Londres em 0,89% aos US$64,28 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 0,11%, cotado a US$ 56,81 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em queda de 0,65% aos US$62,19 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$951,68, alta de 3,43%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$937,67 e alta de 1,50%, a tonelada.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL – A bolsa de valores deve operar no positivo nesta segunda-feira, com os investidores atentos para o movimento em Brasília. A semana promete ser mais tranquila e cortada pelo feriado na quarta-feira e na próxima segunda-feira (20) no Estado de São Pualo. Porém, segundo o que vem afirmando o presidente Michel Temer, a reforma ministerial deverá ocorrer a partir da próxima quinta-feira (16). O radar é a Reforma da Previdência.

AGENDA – Segunda-feira

No Brasil, o Boletim Focus e a Balança Comercial. No Japão, as Ordens de Máquina. Nos Estados Unidos, o Orçamento Mensal.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation