Clicky

Chart Trading 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta sexta – feira (15).

ÁSIA – O índice Asia Dow ficou em queda de 0,21% aos 3.484. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em alta de 0,11% aos 27.807. O índice Nikkei 225 ficou em alta de 0,52% aos 19.909. O Xangai Composite ficou em queda de 0,53% aos 3.353. O índice Kospi, Coreia do Sul, fechou em alta de 0,35% aos 2.386 pontos. O índice FTSE Straits, Singapura, ficou em queda de 0,35% aos 3.220. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta e 0,10% aos 32.272. O índice Taiex, Taiwan, ficou em alta de 0,11% aos 5.482. As bolsas asiáticas fecharam divididas nesta sexta-feira, superando o temor inicial com o míssil norte-coreano. Em Seul, o índice Kospi subiu 0,35%, o maior nível em 20 dias, depois de ter começado o pregão no vermelho. O iene revertendo direção ante o dólar ao longo do pregão, favorecendo as ações das exportadoras.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 estava em queda de 0,32% aos 380.58, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em queda de 0,08% aos 22.261; o Ibex 35 (Madri) estava em queda de 0,46% aos 10.313; o DAX 30 (Frankfurt) estava em queda de 0,07% aos 12.532; o FTSE-100 (Londres) estava em queda de 1,28% aos 7.202; o CAC 40 (Paris) estava em queda de 0,28% aos 5.210 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) estava em alta de 0,21% aos 5.212. Na Europa, mercados de ações operam sem direção. As atenções estão redobradas com mais um atentado terrorista em Londres. Além disso, segue no radar o aumento da tensão na Península Coreana, com o lançamento na noite de ontem de mais um míssil pela Coreia do Norte em direção ao Japão. A libra esterlina é cotada a US$ 1,3430 de US$ 1,3400 de ontem, mantendo trajetória de alta estimulada pela percepção de elevação iminente dos juros pelo banco central inglês. O euro segue em alta a US$ 1,1941 .

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em queda de 0,07% aos 2.494; o Dow Jones (futuros) opera em queda de 0,03% aos 22.210; e o Nasdaq (futuros) segue em queda de 0,05% aos 5.963. Os ativos norte-americanos operam surfando os efeitos da alta da inflação ao consumidor, captada pelos indicadores de agosto, que foram divulgados ontem. O juro pago pelo T-Bond de 10 anos subiu para 2,202% ao ano de 2,188% de ontem antes da divulgação dos dados. O dólar voltou a subir frente às principais moedas, não sendo afetado pelos efeitos negativos decorrentes do lançamento do míssil norte-coreano. A Bitcoin estava em queda de 6,25% aos US$3.287,58, a Bitcoin Cash em queda de 7,16% aos US$399,14. A Ether também em queda de 7,27% aos US$222,55.

Commodities

O petróleo WTI segue em queda de 0,20%, cotado a US$ 49,79 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em queda de 2,51% aos US$72,13 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$903,87, alta de 0,91%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$883,01 e alta de 0,34%, a tonelada.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL- Por aqui, o mercado deve seguir em alta, já que ontem o procurador geral da República, Rodrigo Janot, apresentou a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, como já era amplamente esperado, e sem pressão com a saída do procurador hoje. Os investidores seguem atentos para a reforma da Previdência, que deve ser aprovada ainda em outubro. O Ibovespa já opera no positivo aos 74.762 pontos. O dólar comercial abriu em alta e neste momento está em R$3,116, alta de 0,04%.

AGENDA – Sexta-feira
No Brasil será apresentado o Nível do Emprego na Indústria. Na Zona do Euro, a Balança Comercial e Custos de Mão de Obra. Nos Estados Unidos, os Empire de Manufatura, Vendas no varejo, Produção Industrial, Confiança do Consumidor pela Uni. De Michigan e Estoques Empresariais. Na China, à nooite, o Índice de preços de Imóveis.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation