Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta quarta-feira (17).

ÁSIA – Ao final, o índice MSCI Asia Pacific subiu 0,40%. O índice Asia Dow ficou em queda de 0,13% aos 3.832. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em alta 0,25% aos 31.983. O Xangai Composite ficou em alta de 0,24% aos 3.444. O índice Kospi, Coreia do Sul, ficou em queda de 0,25% aos 2.515 pontos. O índice FTSE Straits, Singapura, ficou em queda de 0,23% aos 3.541. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,89% aos 35.081. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,35% a 23.868. O índice futuros XJO, da bolsa de valores de Sidney, ficou em queda de 0,54% aos 6.015. Na Ásia, boa parte dos mercados se afastou dos picos históricos recentes, seguindo o tom negativo dos mercados acionários dos EUA, que registraram perdas no dia de ontem. Em Tóquio, o índice Nikkei caiu em meio a crescentes preocupações como o BoJ, banco central japonês, que deverá revisar sua política monetária nas próximas semanas. No mercado de moedas, o dólar é negociado a 110,80 ienes, subindo em relação à cotação de 110,35 ienes de ontem à tarde.

MetaTrader 300×250

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 estava em alta de 0,03% a 398.47, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em alta de 0,19% aos 23.540; o Ibex 35 (Madri) seguia em queda de 0,50% aos 10.468; o DAX 30 (Frankfurt) estava em queda de 0,17% aos 13.223; o FTSE-100 (Londres) seguia em queda de 0,18% a 7.742; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 0,03% aos 5.512; e o PSI-20 (Lisboa) estava em queda de 0,30% aos 5.596. Os mercados acionários operam sem direção. O índice pan-europeu de ações, STOXX600, opera em ligeira alta depois da abertura no negativo. O euro troca de mãos a US$ 1,2220, perdendo força diante da moeda americana.

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em alta de 0,36% aos 2.792; o Dow Jones (futuros) opera em alta de 0,53% aos 25.967; e o Nasdaq (futuros) segue em alta de 0,37% aos 6.787. O Russel 2000 segue em queda de 1,19% a 1.572. O dólar avança diante das principais moedas, nesta manhã. O índice DXY, que acompanha o valor do dólar frente a uma cesta de moedas, sobe 0,34%, no momento, o primeiro ganho em mais de uma semana. O juro pago pelo T-Bond de 10 anos avança a 2,556% de 2,542% no fim da tarde de ontem, em meio a especulações sobre se o governo evitará o “shutdown” na sexta-feira. Nesta quarta-feira, será conhecida a produção industrial, que deve ter se expandido em dezembro. Será divulgado também o Livro Bege (às 17h), compilação das avaliações conjunturais efetuadas pelos Feds regionais, dando um retrato mais atual sobre a economia americana.

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em queda na bolsa de Futuros de Londres em 0,78% a US$69,12 o barril.

O petróleo WTI segue em queda de 0,42%, cotado a US$ 63,46 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, ficou em queda de 1,58% a US$74,51 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1029,98, alta de 1,33%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$1000,00 e alta de 0,65%, a tonelada.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL – A bolsa de ações de São Paulo deve persistir nos recordes na sessão desta quarta-feira. Na renda fixa, com uma agenda esvaziada, a curva futuro de juros ficará na dependência da evolução do dólar (que promete ser de ligeira alta) e das Treasuries para definição de uma tendência para hoje. Os indicadores de hoje revelaram o avanço da economia. O dólar comercial opera em alta e neste momento é cotado aos R$3,232.

AGENDA – Quarta –feira

A FIPE apresenta o IPC, o BCB o Fluxo Cambial, a FGV mostrou o Monitor do PIB. Na Zona do Euro, o CPL – Núcleo. Nos Estados Unidos, a Produção Industrial, a Confiança do Construtor, o Livro Bege, Fluxo de Capital Estrangeiro e o discurso de membros do Federal Reserve. Na China, durante a noite, será apresentado o Índice de Preços de Imóveis.


Assuntos desta notícia