Clicky

Chart Trading 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta quarta -feira (12).

CENÁRIO EXTERNO

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

ÁSIA- Ao final da jornada, o índice MSCI Asian Pacific fechou em alta de 0,7% aos 154.40, em Hong Kong. O índice Asia Dow subiu 0,67% para 3.393. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em alta de 0,64% aos 26.043. O Xangai Composite ficou em queda de 0,17% aos 3.197. O Nikkei 225, bolsa do Japão, ficou em queda de 0,48% aos 20.098 pontos. O índice Kospi, Coreia do Sul, fechou em queda de 0,18% aos 2.391 pontos. O índice Sensex, bolsa da Índia, fechou em alta de 0,18% aos 31.804. O índice FTSE Straits Times de Singapura fechou em queda de 0,31% aos 3.208. As ações de tecnologia puxaram o Topix para a alta de 0,7% no Japão. Na Ásia, mercados fecharam divididos, com os investidores cautelosos à espera do depoimento da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, na Câmara dos Representantes, em busca de indícios sobre a trajetória futura dos juros americanos. A bolsa de Tóquio fechou em leve queda, influenciada pela baixa das ações de empresas exportadoras. O dólar é cotado a 113,43 ienes, contra 113,86 ienes de ontem à tarde. Na China, principais bolsas registraram perdas pelo terceiro dia consecutivo.

EUROPA – O índice Stoxx Europe 600 segue em alta de 1,14% aos 383.47, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em alta de 1,37% aos 21.400; o Ibex 35 (Madri) estava em alta de 0,86% aos 10.540; o DAX 30 (Frankfurt) estava em alta de 1,10% aos 12.573; o FTSE-100 (Londres) estava em alta de 1,13% aos 7.412; o CAC 40 (Paris) estava em alta de 1,31% aos 5.208 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) estava em alta de 0,78% aos 5.215.  Na Europa, os mercados de ações operam no positivo, enquanto se aguarda pelo pronunciamento de Yellen. Impulsionado por ações das empresas de automóveis e de energia, o índice STOXX660 sobe no momento. O euro é negociado a US$ 1,1456, recuando ante a cotação de US$ 1,1467 do final da tarde de ontem.

ESTADOS UNIDOS- O S&P (futuros) opera em alta de 0,46% aos 2.435; o Dow Jones (futuros) opera em alta de 0,51% aos 21.476; e o Nasdaq (futuros) está em alta de 0,76% aos 5.763. Os índices estão para cima, mesmo com as notícias relatando contatos entre Donald Trump Jr e advogados russos. O dólar sofre ligeira depreciação frente às principais moedas, segundo o índice DXY. Os juros futuros das Treasuries estão recuando, com o título de 10 anos pagando 2,341% a.a. A apresentação da presidente do Fed, Janet Yellen, que começa hoje deverá refletir no humor de Wall Street até o final previsto para amanhã. O que se espera são pistas de como e quando começará o processo de redução do balanço do Fed.

Commodities

O preço do petróleo WTI para agosto estava em alta de 2,02%, a US$ 45,95 o barril na Bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em queda de 2,06% a US$64,05 a tonelada seca e com 62% de pureza.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL- Na B3, o Ibovespa deve operar para cima, depois da vitória folgada obtida pelo governo no Senado, com a aprovação da reforma trabalhista, e a provável decisão da Executiva do PMDB de fechar questão em favor do presidente no plenário são pontos favoráveis ao governo e fortalecendo a posição política do presidente Temer. Na agenda, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara começam agora os debates sobre o parecer do relator Sergio Zveiter (PMDB-RJ), que aceitou a denúncia contra Temer por corrupção passiva.

AGENDA – Quarta-feira

No Brasil serão apresentadas as Vendas no Varejo, o IPC-FIPE e Fluxo Cambial. Nos Estados Unidos, o Livro Bege, a fala de Janet Yellen e os Estoques de Petróleo. Na Zona do Euro, a Produção Industrial.


Assuntos desta notícia