Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta quarta -feira (05).

CENÁRIO EXTERNO

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

ÁSIA- O índice MSCI Asian Pacific fechou em alta de 0,2% aos 153,97, em Hong Kong.O índice Asia Dow subiu 0,37% para 3.346. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em alta de 0,52% aos 25.521. O Xangai Composite ficou em alta de 0,76% aos 3.207. O Nikkei 225, bolsa do Japão, ficou em alta de 0,25% aos 20.081 pontos. O índice Kospi, Coreia do Sul, fechou em alta de 0,33% aos 2.388 pontos. O índice Sensex, bolsa da Índia, fechou em alta de 0,21% aos 30.921. O índice FTSE Straits Times de Singapura fechou em alta de 1,17% aos 3.248. As principais bolsas da Ásia encerraram em alta. O PMI (índice de gerente de compras) da China caiu de 52,8 em maio para 51,6 em junho, entretanto ainda se encontrando na zona de expansão (acima de 50). O iene está se depreciando contra o dólar, revertendo parte do movimento de ontem (de aversão ao risco), variando -0,29%, cotado a ¥/US$ 113,60.

EUROPA – O índice Stoxx Europe 600 segue em alta de 0,11% aos 382.73, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em queda de 0,10% aos 21.009; o Ibex 35 (Madri) estava em alta de 0,02% aos 10.568; o DAX 30 (Frankfurt) estava em alta de 0,08% aos 12.446; o FTSE-100 (Londres) estava em alta de 0,02% aos 7.358; o CAC 40 (Paris) estava em alta de 0,10% aos 5.179 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) estava em alta de 0,36% aos 5.199. As bolsas operam em alta, com os PMIs do setor de serviços acima do esperado em junho. Na Zona do Euro o índice ficou em 55,4 contra prévia e expectativa de 54,7. As vendas no varejo na Zona do Euro, em maio, ficaram dentro das expectativas. O euro se deprecia em relação ao dólar, também devido à menor aversão ao risco, caindo -0,18% para US$/€ 1,1325.

ESTADOS UNIDOS- O S&P (futuros) opera em alta de 0,11% aos 2.427; o Dow Jones (futuros) opera em alta de 0,02% aos 21.437; e o Nasdaq (futuros) segue em alta de 0,37% aos 5.609. Nos EUA os mercados voltam a abrir depois do feriado de 04 de Julho, com atenção voltada para a divulgação da ata do FOMC que ocorre hoje à tarde. O dólar ganha valor contra outras moedas, com o índice DXY subindo +0,22%. Os juros futuros americanos estão basicamente estáveis, com a taxa de 10 anos a 2,346% a.a..

Commodities

O preço do petróleo WTI para agosto estava em queda de 0,96%, a US$ 46,62 o barril na Bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em queda de 1,65% a US$63,23 a tonelada seca e com 62% de pureza.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL- Na B3, o Ibovespa abriu no positivo e deve manter o ganho, apesar do cenário político. O Senado ontem votou o requerimento de urgência para a reforma trabalhista, que deve ir a plenário na próxima terça-feira (11). A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara definiu quem vai ser o relator da denúncia contra o presidente Michel Temer, Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), considerado independente do governo e da oposição. A incerteza política ainda deve fazer com que não haja grandes quedas nos juros futuros ou ganhos no Ibovespa.

AGENDA – Quarta-feira

Na Europa serão apresentados o PMI de Serviços, Composto e Venda no Varejo. No Brasil, o PMI Composto, Fluxo Cambial e Preços de Commodities. Nos Estados Unidos, os Pedidos à Indústria, Pedidos de Bens duráveis, de Capital e a Ata do Fomc.


Assuntos desta notícia