Clicky

mm lci boxe 728

Acompanhe um resumo das agendas econômicas globais para esta sexta-feira (19). O destaque fica para o índice de preço do produtor industrial da Alemanha.

ÁSIA

300×250 4 reais

Na Ásia, em dia de agenda vazia, o banco central chinês (PBoC) atuou no mercado aberto, resultando numa redução líquida de recursos financeiros, contrastando com injeções líquidas vistas no começo da semana.

EUROPA

Na Alemanha, em abril de 2017, o índice de preços no produtor industrial aumentou 3,4% em comparação com o mês correspondente do ano anterior. Este foi o maior aumento anual desde dezembro de 2011 (+ 3,5%). Em março de 2017, a taxa de variação anual em todo tinha sido de 3,1%, conforme relatado pelo Escritório Federal de Estatística nesta sexta-feira.

Em comparação com o mês anterior março 2017 o índice global aumentou 0,4% em Abril de 2017 (inalterado em março e + 0,2% em fevereiro).

Em abril de 2017, o índice de preços de todos os principais grupos industriais aumentou em comparação com abril de preços 2016; energia subiram 4,6%, embora a evolução dos preços dos diferentes setores de energia divergiu de preços dos produtos petrolíferos, que subiram 14,9%, e os preços de eletricidade por 8,2 %, ao passo que os preços do gás natural (distribuição) diminuíram de 6,1%. Os preços dos bens intermediários aumentaram 4,3%, os preços dos bens de consumo não duráveis de 3,2%. Os preços dos bens de consumo duradouros aumentaram em 1,1% e os preços dos bens de investimento por 1,0%. O índice de energia foi de 2,8% para cima em abril de 2016 e um aumento de 0,3% em comparação com março de 2017.

Na Zona do Euro, em março de 2017, a balança corrente registrou um excedente de € 34,1 bilhões. Na balança financeira, o investimento direto e de carteira em conjunto registrou aquisições líquidas de ativos de € 75 bilhões e líquida de passivos de € 32 bilhões. A balança corrente da Zona do Euro registrou um excedente de € 34,1 bilhões março 2017. Tal resultado refletiu excedentes de bens (€ 29,0 bilhões), serviços (€ 11,6 bilhões) e rendimento primário (€ 3,4 bilhões), o que foram parcialmente compensados por um déficit para renda secundária (€ 9,8 bilhões).

Para a Zona do Euro e União Europeia, em maio de 2017, a estimativa do Flash do indicador de confiança do consumidor manteve-se praticamente inalterada. Para a Zona do Euro em alta de 0,3 a menos 3,3 e da UE em alta de 0,1 e queda de 3,3, se comparado com abril.

ESTADOS UNIDOS

Nos Estados Unidos, a agenda está vazia.

BRASIL

No Brasil não serão apresentados indicadores.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation