Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O mercado acionário segue em queda nesta segunda-feira, porém, os investidores partindo para as compras com as elétricas em destaque e embaladas pela valorização da Eletrobras. O novo projeto de desestatização assinado pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (19) foi enviado ao Congresso Nacional. Aliás, o presidente viaja hoje para participar do Fórum Mundial de Davos, Suíça, e levando na bagagem o destaque para o futuro da gigante energética brasileira.

Ainda estão no radar dos negociadores, o fechamento do governo norte-americano e os preços das commodities.

MetaTrader 300×250

Há pouco, o índice Bovespa estava em queda de 0,25% aos 81.018 pontos. O volume financeiro seguia para R$1,6 bilhão. O IEE, que é o índice das elétricas, estava em alta de 0,68%.

As ações com ganhos
Eletrobras ON, alta de 11,20%; Eletobras PNB, alta de 8,50%; ViaVarejo UNT, alta de 1,87%; Fibria ON, alta de 1,57%; e Kalbin UNT, alta de 1,37%.

As ações com perda
Localiza ON, queda de 1,67%; BRF ON, queda de 1,33%; B3 ON, queda de 1,41%; Equatorial ON, queda de 1,03%; e Cosan ON, queda de 0,66%.

A Petrobras ON estava em alta de 0,10% e a PN, queda de 0,38%. A Vale ON estava em queda de 0,61%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica do Índice Bovespa em vigor de 02 de janeiro a 04 de maio de 2018. Os cinco ativos que apresentam o maior peso na composição do índice são: Itauunibanco PN (10,510%), Vale ON (9,993%), Bradesco PN (7,830%), Ambev S/A ON (6,875%) e Petrobras PN (5,240%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em alta na bolsa de Futuros de Londres em 0,12% a US$68,81 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 0,02%, cotado a US$ 63,38 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, ficou em queda de 1,87% a US$76,59 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1016,49, alta de 1,31%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$993,58 e alta de 1,21%, a tonelada.


Assuntos desta notícia