Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Em dia de agendas enfraquecidas, os investidores dos mercados acionários globais partiram para o risco nesta segunda-feira, mesmo com as incertezas que rondam as negociações comerciais entre a China e os Estados Unidos. Entretanto, bem antes da reunião do Federal Reserve entre os dias 12 e 13 deste mês, as apostas de uma elevação na taxa de juros cresceram depois que os números do setor de trabalho dos Estados Unidos voltaram a surpreender positivamente no mês de maio.

O emprego total no setor privado norte-americano subiu em 223 mil no mês de maio, a taxa de desemprego caiu para 3,8%, conforme mostrou o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos. O emprego continuou crescendo em vários setores, incluindo comércio varejista, saúde e construção. O número de desempregados caiu para 6,1 milhões. Ao longo do ano, a taxa de desemprego caiu 0,5 p.p e o número de desempregados diminuiu em 772 mil.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Diante desse cenário, a bolsa de Nova York fechou no azul na sexta-feira (01) e serviu como parâmetro para os mercados acionários da Ásia, que hoje mantiveram os ganhos. O petróleo caiu por lá.

Na Europa, com a Espanha sob novo comando e a Itália com um governo de coalizão pronto para comandar, os investidores mantiveram as compras. Os dados econômicos ficaram em linha e a libra deu um respiro no Reino Unido.

Nos Estados Unidos, enquanto esperam pelo Federal Reserve, o foco segue no presidente Donald Trmp. As tarifas de importação para produtos americanos que o presidente deverá detalhar ainda na primeira quinzena, promoveram uma forte discussão entre os ministros de finanças dos países mais ricos do mundo, o G7, na reunião de sábado.

Por aqui, o dia foi de ajustes. A bolsa de valores voltou para o positivo, com as ações da Petrobras subindo, bem como as da Eletrobras e Eletropaulo, que foi destaque no índice Bovespa com a compra de 73% das ações pela italiana, Enel. O negócio será detalhado amanhã (05) pela diretoria da Enel em reunião com a imprensa em São Paulo.

Ao final, o Ibovespa fechou em alta e o dólar comercial fechou no negativo, mas rondou os R$3,80.


Assuntos desta notícia