Clicky

MetaTrader 728×90

Os investidores dos mercados acionários mantiveram a cautela nas negociações desta quarta-feira. Todas as expectativas estavam em cima do anúncio do Federal Reserve sobre a política monetária dos Estados Unidos.

O comunicado apresentado pelo presidente do Fed, Jerome Powell, ocorreu no meio da tarde com a declaração da alta de 0,25 pontos percentuais para 1,75% a 2% nas taxas de fundos federais. Embora precificada, a atenção estava centrada nos próximos passos do Fed, que acabou tirando mesmo o brilho dos mercados ao declarar quatro altas ao longo de 2018, já contando com a do mês de março. O Fed foi mais longe ao revelar mais alterações entre 2019 e 2020, apontando para uma taxa em torno de 3,5%.

MetaTrader 300×250

Fora o Fed, o dia foi de poucos indicadores de peso e ainda com a repercussão do encontro entre o presidente Donald Trump e o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un.

Voltando aos mercados, os índices asiáticos ficaram sem direção. Por lá, é esperado para sexta-feira (15) o anúncio da taxa de juros pelo Banco Central do Japão.

Na Europa, em dia de Fed, os índices fecharam divididos. A agenda estava enfraquecida e o foco está voltado agora para o Banco Central Europeu, que termina a reunião de dois dias amanhã e vai divulgar os rumos do programa de flexibilização quantitativo.

Nos Estados Unidos, os índices fecharam no negativo. As vendas tomaram conta do mercado com o Fed.

Ainda por lá, a instabilidade comercial gerada pelos Estados Unidos deve ficar ainda mais elevada até sexta-feira (15), quando o presidente Donald Trump deverá apresentar as medidas tarifárias para a China.

Por aqui, ante o clima político, fragilidade do governo federal, reflexos da greve dos caminhoneiros, instabilidade do câmbio e a medida do Fed formaram o pacote para a fuga dos investidores do mercado acionário.

O Ibovespa, que já se arrastava nas últimas semanas, não aguentou e manteve a queda no final do pregão. O comportamento de hoje foi atípico para um dia de vencimento de opções sobre o índice Bovespa. Foram movimentados R$ 12.115.430.000,00, com 150.310 contratos negociados. O volume de operações exercidas foram de R$ 134.450.000,00 nas opções de compra e R$ 11.980.980.000,00 a opções de venda. O total do volume negociado foi de R$33,81 bilhões.

Do lado cambial, o dólar comercial manteve a alta, mesmo com as três intervenções do Banco Central do Brasil.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation