Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

A Centrais Elétricas Brasileiras -Eletrobras informou, através de Fato Relevante à Comissão de Valores Mobiliários-CVM que o Conselho de Administração da Companhia, aprovou hoje o plano de venda de ativos e o preço mínimo para a venda de participações societárias detidas pela companhia e suas controladas em determinadas Sociedades de Propósito Específico (“SPEs”).

A operação, conforme o comunicado, abrange participações em 70 SPEs, as quais serão reunidas em 17 lotes e alienadas por meio de leilão a ser realizado na B3 – Brasil, Bolsa, Balcão. O edital, ainda sem data, será publicado pela estatal de energia.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Dos 17 Lotes objeto do Leilão, oito serão compostos por 59 SPEs que operam no segmento de geração eólica, com aproximadamente 970 MW de potência instalada, e nove lotes serão compostos por 11 SPEs que operam no segmento de transmissão de energia elétrica, com aproximadamente 1.000 km de extensão de linhas de transmissão e 2.450 MVA em capacidade de transformação, totalizando o valor de R$ 2,8 bilhões (preço mínimo) no conjunto, equivalente a um valor contábil de R$ 2,6 bilhões (book value).

“A iniciativa de venda das participações nas SPEs integra o pilar de “Disciplina Financeira”, um dos cinco pilares estabelecidos no Plano Diretor de Negócios e Gestão da Companhia referente ao quinquênio 2018-2022, aprovado pelo Conselho de Administração da Companhia em 15 de dezembro de 2017”, destaca .

A operação tem por objetivo permitir que a Eletrobras e suas controladas reduzam sua alavancagem financeira, reduzindo seus indicadores de Dívida Líquida/EBITDA à patamares usualmente praticados pelo mercado.

Ainda no comunicado, a estatal de energia definiu o banco Credit Suisse para assessorar a venda das participações societárias.


Assuntos desta notícia