Clicky

BOM DIA INVESTIDOR: FGV anunciou a segunda prévia do IGP-M de junho

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Ontem as bolsas americanas interromperam sequencia de cinco pregões seguidos de queda, depois de terem aberto no negativo e fechado no positivo. Isso reforçou a alta da Bovespa no final da sessão que encerrou com +1,02% e índice em 49411 pontos. Hoje os mercados da Ásia capturaram essa melhora e o mesmo aconteceu com as bolsas europeias.

O principal motivo está relacionado com a probabilidade melhor de o Reino Unido permanecer na União Europeia. O assassinato da deputada inglesa trouxe constrangimento e campanhas foram suspensas por dois dias. Nas casas de apostas londrinas a chance de ficar está em 66%, subindo 5 pontos percentuais. Também ajuda o petróleo em alta no mercado internacional, depois de alta também do minério de ferro no mercado spot chinês.
A Grécia acusou o recebimento de parcela de ajuda financeira da zona do euro no montante de 8,4 bilhões de euros. Na sequencia dos mercados no exterior o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 2,38%, com o barril cotado a US$ 47,31. O euro era transacionado em alta para US$ 1,1253 e os notes americanos de 10 anos com taxa de juros em alta de 1,59%. Commodities agrícolas em alta na bolsa de Chicago e o ouro e a prata em queda, que se continuar interromperá sequencia positiva de sete pregões. O minério de ferro no spot chinês mostrou alta de 1,0%, com a tonelada em US$ 50,70.

Chart Trading 300×250

No segmento local ainda reverbera a renúncia do ministro Henrique Eduardo Alves, o terceiro a cair no governo Temer, e todas as complicações das operações e delações da Lava jato. Aliás, Rodrigo Janot pediu o arquivamento do inquérito de Renan Calheiros na Lava Jato. Já o Governo diz que retomará as concessões só lá para o final do ano, depois de rever o modelo. E a meta de déficit no orçamento de 2017 será revista sem contemplar receitas provenientes da CPMF.

Por aqui a FGV anunciou a segunda prévia do IGP-M de junho em alta de 1,33% (anterior em 0,68%), acumulando no ano inflação de 5,53% e em 12 meses com 11,81%. Já o IPC da Fipe da segunda quadrissemana de junho ficou 0,40%, igual ao anterior. No mercado os DIs estão começando o dia em queda de juros para todos os vencimentos e o dólar abriu caindo 0,20%, cotado a R$ 3,458. A Bovespa tinha alta no índice futuro de 0,43%, no terceiro pregão seguido positivo.

Na agenda do dia a Receita Federal divulga a arrecadação do mês de maio provavelmente em queda e nos EUA teremos a divulgação da construção de novas residências e novas permissões para construções em maio.


Assuntos desta notícia