Clicky

BOM DIA INVESTIDOR: Aversão ao risco permanece nos mercados

mm TD 728

O dia novamente começando com a aversão ao risco dominando os investidores. Dólar forte perante outras moedas, commodities em queda, juros dos notes americanos também em queda. Na Alemanha, outro “porto seguro”, os juros dos títulos de 10 anos ficaram negativos nesse início de manhã. Consequência: bolsas em queda em todo o mundo com destaque para as europeias.

No cenário externo, predominam as preocupações com juros americanos nos próximos meses, a decisão sobre saída ou não do Reino Unido da União Europeia e desaceleração na China, não atingindo a meta de crescimento do governo de 6,5%. No Reino Unido, a inflação medida pelos preços ao consumidor (CPI) de maio subiu 0,2% e taxa anualizada de +0,3%. Já o PPI (Atacado) teve alta de 0,1%, mas cai anualizada para maior 0,7%.

300×250 4 reais

Na zona do euro, a produção industrial expandiu 1,1% em abril e cresce 2,0% anualizada. No Japão, a produção industrial anualizada de abril foi revisada para alta de 0,5%. Nos EUA, a confiança do pequeno empresário subiu para 93,8 pontos em maio quando a previsão era de estabilidade.

Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY tinha queda de 1,43%, com o barril cotado em US$48,18. Isso mesmo depois de AIE (Agência Internacional de Energia) ter diagnosticado declínio da oferta global de óleo em maio, a primeira queda significativa desde 2013. O euro era transacionado em queda para US$ 1,1225 e notes americanos com taxa de juros em queda para 1,60%. O ouro e a prata era transacionados em queda na Comex e commodities também em quedas na bolsa de Chicago. O minério de ferro registrou contração de 1,9% no mercado spot chinês, com a tonelada em US$ 50,80.

No cenário local, o IBGE anunciou vendas no varejo em alta de 0,5%, mas com queda no ano de 6,9%. Contribuíram para a melhor performance os setores de supermercados (+1,0%) e vestuário (+3,7%).

O varejo ampliado teve queda de 1,4% em abril e tem contração de 9,3% em 2016.

O lado político influi nos mercados com Teori Zavascki mandando a investigação de Lula e de ministros de Dilma para Sérgio Moro, mas anulando as escutas de conversas de Lula e Dilma. O presidente do STF também acatou recurso de Dilma sobre realizar perícia no processo de impeachment, o que pode alongar prazos.

Mercado de juros abriu em alta e já mostrava queda de juros, o dólar tinha alta de 0,11% e cotado a R$ 3,4862 (na abertura estava em R$ 3,514) e a Bovespa seguindo o exterior fraco, com queda do índice futuro de 0,50%.


Assuntos desta notícia